O ‘trem bitcoin’ segue acelerando, e passa dos US$ 41 mil

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Bitcoin. (Foto: Getty Images)
Bitcoin. (Foto: Getty Images)

A tendência de valorização do bitcoin, a maior das criptomoedas digitais, continuou nesta sexta-feira (8), com a cotação superando a marca dos US$ 41 mil, um recorde inédito.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Neste início de ano, a criptomoeda continuou a quebrar recordes, um atrás do outro, depois de já no final de 2020 iniciar um processo de valorização que quebrou os recordes anteriores de 2017.

Leia também:

Agora, com a cotação atual, analistas se questionam se o mercado está às vésperas de alguma grande correção, quando o preço recua repentinamente em resposta a ganhos extraordinários.

Segundo o banco de investimento JP Moran, no entanto, há ainda espaço para muita valorização, pelo menos no longo prazo.

O banco estima que os investimentos totais em bitcoins podem se aproximar aos vistos no ouro. Nesse caso, a cotação se aproximaria de impressionantes US$ 146 mil.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube