O show tem que continuar, dizem artistas em protesto contra isolamento social no Reino Unido

·1 minuto de leitura

LONDRES (Reuters) - Centenas de pessoas dançaram e sopraram apitos pelas ruas de Londres neste domingo, parte de um protesto contra restrições à circulação que têm destruído a indústria do entretenimento.

O premiê britânico, Boris Johnson, afirmou que espera remover as restrições em 19 de julho, depois que foi forçado a adiar a reabertura neste mês.

Mas o grupo "Save Our Scene", que defende os setores da música e hospitalidade e que organizou a manifestação deste domingo, afirma que o lockdown precisa acabar de imediato.

Ao som de DJs que discotecaram em sistemas de som móveis, os manifestantes percorreram as ruas da região central de Londres até o Parlamento do país.

"Trata-se de celebrar a música", gritou um DJ para a multidão.

(Por Henry Nichols)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos