O que você precisa saber para começar a quinta-feira

Foto: SERGIO LIMA/AFP via Getty Images

Brasil inicia missão de resgate para buscar grupo de brasileiros em Wuhan, epicentro do Coronavírus. Bolsonaro autoriza garimpo em terras indígenas, desafia governadores e, por fim, defende Regina Duarte.

Confira o que você precisa saber para começar a quinta-feira (06):

Coronavírus: resgate

Duas aeronaves VC-2, que costumam ser usadas para transporte presidencial, decolaram da Base Aérea de Brasília em missão para buscar um grupo de brasileiros em Wuhan, epicentro do surto de Coronavírus na China. O tempo de voo de cada aeronave será de cerca de 23 horas. Em Wuhan, os brasileiros passarão por exames e avaliação médica. Somado o tempo no local, a previsão é que a missão dure em torno de 62 horas. A previsão é que o grupo chegue à cidade chinesa na noite de quinta-feira (6), de acordo com o fuso horário chinês, o que equivale ao início da tarde no Brasil. A chegada está prevista para a madrugada de sábado (8).

Coronavírus: Tóquio 2020

O CEO da Olimpíada de Tóquio reconheceu estar "terrivelmente preocupado" com o impacto que a epidemia de coronavírus pode ter sobre os Jogos, marcados para começar em 24 de julho. Com 33 casos confirmados de pessoas contaminadas, o Japão é o país mais afetado pela doença depois da China, onde a epidemia iniciou na província de Hubei. "O crescimento do contágio do coronavírus ameaça jogar um balde de água fria na animação dos Jogos e estou terrivelmente preocupado com isso", disse Toshiro Muto, chefe-executivo do evento.

Nova Lei Áurea?

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o "índio é humano como a gente, tem coração", em mais uma declaração polêmica sobre a comunidade indígena no dia em que o governo federal anunciou que vai mandar uma proposta ao Congresso Nacional para regulamentar a mineração nas terras onde eles vivem. Onyx Lorenzoni, ministro da Casa Civil, celebrou a medida assinada por Bolsonaro e a definiu como uma nova “Lei Áurea”.

Pastor evangélico na Funai

O Ministério da Justiça nomeou o pastor evangélico Ricardo Lopes Dias para o cargo de chefe da coordenação de índios isolados da Funai, considerada um dos setores mais sensíveis do órgão por lidar com a população indígena mais vulnerável. Dias trabalhou "por mais de uma década", segundo ele, na entidade americana Missão Novas Tribos do Brasil (MNTB), que atua na evangelização de indígenas na Amazônia desde os anos 1950.

Novela Regina Duarte

Jair Bolsonaro comentou os ataques de José de Abreu à atriz Regina Duarte. De acordo com o presidente, o ator falou “palavras impronunciáveis” sobre a futura Secretária da Cultura. Sem mencionar o nome de José de Abreu, Bolsonaro saiu em defesa da atriz, dizendo que “um ator aí” está “massacrando uma senhora que tem um passado que nos orgulha a todos”. Ele também criticou as “feministas” e a “esquerda festiva” por supostamente não se pronunciarem sobre os ataques do ator.

Presidente desafia os governadores

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que está preparado para o zerar os impostos federais sobre os combustíveis se os governadores também zeraram o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), cobrado pelos estados. "Eu zero federal se eles zerarem o ICMS. Está feito o desafio aqui, agora. Eu zero o federal hoje, eles zeram o ICMS. Se topar, eu aceito", disse o presidente aos jornalistas ao sair do Palácio da Alvorada.