O que você precisa saber para começar o domingo

Mauro Pimentel/AFP

Governador Witzel diz que Rio é segunda cidade mais segura do Brasil, uma semana após assassinato de menina de 8 anos na Maré; familiares e namorada de Lula o pressionam a aceitar prisão domiciliar proposta pelo MPF; família Odebrecht fica de fora da lista de bilionários da Forbes pela primeira vez desde 2012.

SIGA O YAHOO NOTÍCIAS NO INSTAGRAM

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

SIGA O YAHOO NOTÍCIAS NO FLIPBOARD

Veja aqui o que você precisa saber para começar o domingo:

Witzel e a 2ª cidade mais segura do Brasil

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSL), afirmou que o Rio é “a segunda cidade mais segura do Brasil”. A declaração ocorreu na noite desta sexta-feira (27), no camarote VIP do Rock in Rio, na Cidade do Rock. “Nós recebemos hoje um dado do ISP (Instituto de Segurança Pública do Estado) com índices que nos torna a segunda cidade mais segura do Brasil e indo a caminho de se transformar na mais segura. Isso é uma alegria, é um momento muito especial”, disse ele, sem especificar quais eram esses dados e qual cidade seria a líder de segurança no país.

Lula e a prisão domiciliar

Não só o MPF (Ministério Público Federal) está fazendo pressão no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele progrida ao regime domiciliar. Familiares e a namorada de Lula, a socióloga Rosângela da Silva - com que ele pretende se casar -, também têm pressionado o petista a deixar a sala na superintendência da PF (Polícia Federal) de Curitiba (PR). Lula deverá conversar com seus advogados e familiares na segunda-feira (30). Na sexta-feira (26), procuradores do MPF pediu à Justiça que conceda prisão domiciliar ao ex-presidente.

Família Odebrecht fora da lista da Forbes pela primeira vez

Pela primeira vez desde quando a revista "Forbes" começou a publicar seu ranking anual de bilionários brasileiros, em 2012, o sobrenome Odebrecht ficou de fora, este ano, da seleta lista. A família que comanda a construtora de mesmo nome apareceu no ranking com um patrimônio estimado em R$ 4,7 bilhões na lista do ano passado.

Bandeira amarela em outubro na luz

As contas de luz vão ter bandeira amarela em outubro, anunciou, nessa sexta-feira (27), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Na prática, isso significa que a taxa extra nas tarifas será de R$ 1,50 a cada 100 quilowatts-hora consumidos (kWh). Em agosto e setembro, vigorou a bandeira vermelha em seu primeiro patamar, com taxa de R$ 4,00 a cada 100 kWh consumidos.

Vem Pra Rua divulga telefone de ministras do STF

Notabilizado por atuar pela derrubada da então presidente Dilma Rousseff (PT), o movimento Vem pra Rua tem estimulando seus seguidores a telefonar para as ministras Cármen Lúcia e Rosa Weber, do STF (Supremo Tribunal Federal), como forma de protesto pelo voto delas a favor da regra que pode anular condenações da Lava Jato. A mensagem do Vem pra Rua foi feita divulgada através de posts nas redes sociais do movimento. Neles, foram publicados também os números dos gabinetes das ministras — os outros ministros que votaram como elas foram poupados.