O que esperar de Víctor Cantillo no Corinthians?

Cantillo durante sua apresentação no Corinthians (Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Por Caio Alves (@CaioAlves)

A primeira temporada de Tiago Nunes sob o comando do Corinthians será marcada pela transição no modelo de jogo. Chegando em um cenário onde a fase defensiva sempre foi posta em primeiro lugar, o treinador será responsável por fazer com que sua equipe se sinta mais confortável no domínio da posse de bola, algo raramente visto na temporada passada. Para isso, Víctor Cantillo deverá ser a engrenagem principal para que todo o mecanismo ofensivo funcione.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Com 26 anos, o meio-campista colombiano soma passagens por Atlético Nacional, Atlético FC, Leones e Deportivo Pasto, todos provenientes de seu país de origem. É no Júnior Barranquilla, todavia, que Cantillo começa a se destacar internacionalmente. Com positivo desempenho em sua última equipe, o jogador chamou a atenção de Tiago Nunes após a decisão contra o Athletico Paranaense, pela Copa Sul-Americana de 2018, e a boa Copa Libertadores 2019. Contratado por R$ 12,2 milhões de reais, o novo camisa 24 do Corinthians tende a ser um dos protagonistas do plantel montado pelo comandante.

Leia também:

Inversões de jogo, leitura apurada e paciência quando pressionado

O aspecto ofensivo reúne as melhores virtudes de Cantillo. Com 1,80m, o jogador não apresenta nervosismo na saída de bola. Sempre que pressionado pelo adversário, especialmente no campo defensivo, gira com certa facilidade e encontra jogadores livres do outro lado do campo com constância, visto que possui grande aproveitamento nas inversões.

Ainda com a bola nos pés, o colombiano busca, na maioria das vezes, sobretudo sob o comando de Tiago Nunes, romper a primeira linha de marcação com passes verticais. Com o novo treinador, que é adepto de saídas elaboradas e pacientes, Víctor Cantillo tem tudo para se destacar nesse aspecto. Os dois jogos com a camisa do Corinthians pela Florida Cup, por sinal, passaram essa impressão.

Camisa 8 do Corinthians, Cantillo atuará no lado esquerdo do 4-2-3-1 de Tiago Nunes (Reprodução)

Durante a pré-temporada, o volante, em ambas as partidas, foi testado pelo lado esquerdo do meio-campo. Formando dupla com Camacho, o camisa 24 era responsável por posicionar-se como uma espécie de 3º zagueiro na saída de bola. Assim, o jogador acabava por liberar Camacho e os laterais para o campo ofensivo, além de orientar os progressos da equipe.

Imposição física como atributo no momento defensivo

Justamente por ser o tipo de atleta que vai de área à área, Víctor dispõe de um físico invejável para percorrer metros e diversos setores do campo durante a mesma partida. No aspecto defensivo, se destaca no jogo aéreo e na pressão pós-perda. Jogador de passadas largas, o colombiano tem a possibilidade de desarmar com maior facilidade que os demais.

Ainda sem estar regularizado para atuar no Paulistão, Cantillo deixou de entrar em campo contra o Botafogo, de Ribeirão Preto, e diante do Mirassol, pelas duas primeiras rodadas do campeonato. O Corinthians, portanto, corre contra o tempo para inscrevê-lo, possibilitando a estreia oficial contra a Ponte Preta, em Campinas.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter