'O pós-operatório é insuportável', diz Anitta após cirurgia de endometriose

*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 19.05.2019 - A cantora Anitta durante show na Virada Cultural em SP. (Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress)
*Arquivo* SÃO PAULO, SP, 19.05.2019 - A cantora Anitta durante show na Virada Cultural em SP. (Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Anitta, 29, diz que tem sido difícil o seu pós-operatório. A artista se submeteu a uma laparoscopia para tratar um caso de endometriose.

"Sei que vocês estão esperando eu aparecer, mas está difícil, viu? Esse pós é insuportável. Correu tudo certo na cirurgia, agora é passar por essa fase extremamente ruim", comentou ela pelas redes sociais.

A artista já não tem mais previsão de alta. De acordo com nota divulgada pelo Hospital Vila Nova Star, a cantora apresenta uma evolução satisfatória do quadro clínico após a operação.

Minimamente invasiva, a laparoscopia consiste na retirada ou queima do tecido endometrial que esteja danificando órgãos como a bexiga, os intestinos, os ovários ou a região exterior do útero.

A endometriose causa fortes cólicas menstruais, dor pélvica, incômodo na relação sexual, alterações intestinais ou ao evacuar, dor na região lombar e coxas e dificuldade para engravidar.

Antes da cirurgia, Anitta reclamava de muitas dores. "Da América à Europa sem dormir porque a dor fala mais alto que tudo. Você não consegue se concentrar num livro, num filme, nada. Só dar Google em como resolver e é inacreditável a falta de informação que a mulher tem", disse ela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos