O amor não tem idade: fotógrafo celebra casais mais velhos de todo o mundo

Lana & Eugene, Scott & Mike e Sandi & Frank (da esquerda para a direita). [Foto: Ari Seth Cohen]

Um fotógrafo norte-americano lançou um livro que celebra casais mais velhos de todo o mundo – para provar que o amor e o romance não são restritos aos jovens.

Ari Seth Cohen, um fotógrafo e autor que vive em ambas as cidades, Nova York e Los Angeles, também é o fundador do blog de moda Advanced Style (Estilo Avançado).

Seu último livro, “Advanced Love”, publicado em 24 de dezembro de 2018, celebra 40 diferentes casais mais velhos ao redor do mundo.

Bem a tempo do Dia dos Namorados em alguns países, nesta quinta-feira (14 de fevereiro), o livro homenageia o amor em todas as suas formas, incluindo casais do mesmo sexo e heterossexuais.

Ellen e Dick provam casais que se vestem bem juntos, permanecem juntos. [Foto: Ari Seth Cohen]

O passado de fotógrafo da moda de Cohen fica óbvio em suas escolhas, incluindo a elegante Lana & Eugene e o casal que combina perfeitamente, Ellen & Dick.

Seu livro inclui as histórias incríveis de casais como Tessa e Erika, que se casaram antes da transição de gênero de Tessa, quando ela era conhecida como Richard, 33 anos atrás.

Charlotte e Hylan provam que a idade não é um obstáculo para a paixão. [Foto: Ari Seth Cohen]

Eles se separaram quatro anos após o casamento, quando Richard confessou sua necessidade de fazer a transição para se tornar uma mulher e eles seguiram caminhos diferentes. Mais tarde, eles se reuniram, como Erika e Tessa, após uma separação de quinze anos.

No prefácio, Cohen explica o que aprendeu sobre o amor, no processo de criação do livro.

Tessa, na direita, e Erika. [Foto: Ari Seth Cohen]

“Aprendi que não existe um segredo para um amor duradouro, a não ser um compromisso constante de praticar paciência, bondade, respeito, empatia, humor, perdão e um diálogo de abertura e comunicação.”

“É mais fácil para alguns do que para outros, embora nunca de maneira perfeita e raramente sem alguns buracos no caminho.”

‘Advanced Love’, de Ari Seth Cohen, celebra casais mais velhos. [Foto: Amor Avançado de Ari Seth Cohen (Abrams)]

Depois, ele acrescenta: “Amar e envelhecer é um privilégio, e a capacidade de amar e encontrar o amor não tem nada a ver com as limitações da idade e do tempo”.

Francesca Specter