Novo vilão? Filho de Tenório rouba fama do pai e ameaça Bruaca em "Pantanal"

Renato em
Renato em "Pantanal" (Divulgação Globo)

Maria Bruaca (Isabel Teixeira) está com medo da vingança de Tenório (Murilo Benício) em "Pantanal", mas não sabe que outro personagem em breve se tornará um dos novos vilões da trama. Renato (Gabriel Santana), um dos filhos do fazendeiro, começará a pegar gosto pelo crime na ânsia de agradar o pai.

Com a chegada de Solano (Rafael Sieg), capataz contratado por Tenório para assassinar Alcides (Juliano Cazarré) e Bruaca, Renato começará a se exibir pela fazenda, dizendo que faria um trabalho muito melhor caso fosse o assassino selecionado. Tudo começa após Solano atirar em José Lucas (Irandhir Santos), mas não conseguir matar o filho de José Leôncio (Marcos Palmeira).

"Parece que você não sabe manejar direito essa arma...", dirá Renato, com deboche. "Eu já saquei tudo. Quero saber qual é o trato que meu pai tem com você. “Você veio pegar a Bruaca e o peãozinho de m** que botou chifre nele, né"?". "Você devia falar do seu pai com mais respeito", rebaterá Solano. "Eu não tô faltando com o respeito com ninguém. Só tô dizendo que ele não precisava ter te contratado pra isso. Se ele pedisse, eu teria feito isso de graça. E sem dar na vista!", vai garantir Renato.

Bruaca recebe proteção de José Leôncio

Fragilizada pelas ameaças e abusos de Tenório, Maria Bruaca precisará de ajuda para seguir com as denúncias contra o ex-marido. Com a orientação jurídica de Maria Eugênia (Luciana Borghi), a personagem conseguirá finalmente entender o que aconteceu com ela em tantos anos de abuso doméstico.

Um dos responsáveis por ajudar Bruaca é José Leôncio. Inicialmente, o fazendeiro ficou receoso ao abrigar a mulher em sua casa, mas se tornou um aliado importante na libertação psicológica da dona de casa.

"Além da violência física, existem outros tipos de violência: moral, psicológica e até mesmo patrimonial", explica a advogada. "Em outras palavras: a doutora tá dizendo que não precisa levar umas bordoadas pra ser vítima de violência doméstica. Não é porque a senhora nunca apanhou dele que a senhora não foi vítima de violência doméstica", completa José Leôncio.

Mesmo após decidir continuar com o processo pela Lei Maria da Penha, Bruaca terá medo de uma possível retaliação de Tenório. "E quem vai garantir que ele não venha perto de mim aqui no meio desse mato?", questiona. "A senhora não precisa ter medo de nada, dona Maria... Aqui ele não vai lhe fazer nada. E a doutora vai tá lá, brigando pelos seus direitos", completa José Leôncio.