Novo instagrammer do pedaço, Cid Moreira estuda para declamar poesias na rede social

CRIS VERONEZ
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, BRASIL, 23-03-2010: Cid Moreira no lançamento de sua biografia,

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - "Cidão para os amigos." É assim que o jornalista Cid Moreira se apresenta em sua página no Instagram para as mais de 320 mil pessoas que acompanham suas postagens. Aos 91 anos, ele diz que se orgulha de participar da vida dos brasileiros desde a era do rádio e que está preparadíssimo para lidar com as inovações da internet.

À reportagem, Moreira revela que está na fase de estudar poemas, e que em breve publicará essas narrações em suas redes sociais. Os autores escolhidos são os de domínio público, para que não haja problemas com direitos autorais. Álvares de Azevedo, Fernando Pessoa, Gonçalves Dias, Luís de Camões e Olavo Bilac estão na lista.

"Estou procurando extrair o melhor de mim para não fazer um papel meio ridículo [risos]. Pretendo divulgar no YouTube, no Instagram e IGTV (...) Procuro captar a essência, o espírito desses poetas, para poder interpretá-los. Estudo a história deles e do momento em que a poesia foi feita."

Fátima Sampaio, 54, mulher de Moreira, é quem ajuda o jornalista nas postagens, que vão desde vídeos do dia a dia do casal até mensagens personalizadas atendendo a pedido de seguidores. "Vamos pedir ajuda para pessoas que conhecem esse meio, que é relativamente novo pra gente."

Foi num voo para a Flórida em outubro de 2018 que Moreira resolveu entrar para o time dos instagrammers. Ele estava acompanhado pela mulher, quando foi abordado pelo Fred, 35, atacante do Cruzeiro, que cumprimentou o casal e disse ser fã de Moreira. 

Conversa vai, conversa vem, e o jogador ficou surpreso quando soube que o jornalista ainda não era usuário do Instagram. Imediatamente, se ofereceu para ajudá-lo a criar uma conta na rede social e postar um vídeo em seu feed para angariar seguidores para Moreira.

Em pouco tempo, o dono da voz mais conhecida do Brasil já era seguido por mais de cem mil pessoas. "Zezé Di camargo e Luciano foram meus primeiros seguidores", relembra Moreira. Duplas sertanejas, aliás, são boa parte dos perfis seguidos por Moreira. "Sou caipira de Taubaté, e todo caipira gosta de música sertaneja. No começo da carreira, na rádio, apresentei muitas duplas."

Entre as postagens mais curtidas do feed de Cid Moreira está um vídeo em que ele mostra Fátima Sampaio passando um creme em sua pele, que está ressecada. Foram 108 mil likes. "Temos um relacionamento nota dez. Sou felicíssimo. Fátima é uma pessoa que atende ao telefone sorrindo. Ela é a rainha do bom humor. Mesmo quando não gosto de alguma coisa, quando a comida está um pouco salgada... [risos]. Ainda assim, ela sorri", diz Moreira.

Ao que Fátima completa: "Que bonitinho, Cid! Vamos fazer 19 anos juntos em novembro. É um bom tempo. Crescemos muito juntos."

Para Moreira, a parte mais legal de ter se tornado um usuário do Instagram foi poder falar com o público com mais frequência e de maneira mais próxima. Ele também opinou sobre a nova medida da rede social, que agora oculta a publicidade da quantidade de likes das postagens: "Acho que é uma forma de as pessoas melhorarem o conteúdo e o que elas inserem na rede."

"No Jornal Nacional [Globo], eu sempre desejava boa noite para todo mundo, e agora no Instagram eu desejo não só boa noite, mas tenho a chance de parabenizar pelo aniversário, e por qualquer outra razão. Eu me sinto satisfeito e feliz em poder homenagear esse público que sempre me prestigiou." 

O ano de 2019 tem um gostinho especial quando se trata de Cid Moreira e do Jornal Nacional. Em setembro, o JN completa meio século de vida. Moreira apresentou o jornalístico de 1969, ano de sua estreia, até 1996.

"Sou um grande admirador do JN porque tudo o que acontece diariamente outros jornais divulgam, mas a maioria das pessoas não deixa de assistir ao Jornal Nacional. É como se fosse uma confirmação de tudo aquilo que porventura elas já tivessem visto, ou em outro canal, ou até mesmo na internet. Assisto o JN e dou os parabéns a ele."