Novo documentário marca 10 anos da morte de cantora Amy Winehouse

·1 minuto de leitura
Amy Winehouse durante show na Espanha em 2008

Por Marie-Louise Gumuchian

LONDRES (Reuters) - Família e amigos de Amy Winehouse relembram a vida da cantora em um novo documentário que marca os 10 anos de sua morte, com relatos angustiantes sobre sua ascensão à fama internacional e a luta contra o vício.

Narrado por sua mãe, Janis Winehouse-Collins, o filme "Reclaiming Amy" apresenta imagens caseiras, fotos de família e entrevistas com amigos próximos que relembram os tempos mais felizes, mas também os sombrios, da cantora seis vezes vencedora do Grammy.

Winehouse-Collins, que tem esclerose múltipla (EM), raramente fala sobre sua filha publicamente, mas compartilhou sua versão dos acontecimentos no documentário, encomendado pelas britânicas BBC Two e BBC Music, que irá ao ar na sexta-feira.

"É só olhando para trás que percebo o quão pouco entendíamos", diz Winehouse-Collins no filme. "Ela era propensa ao vício, ela não conseguia se conter. É uma fera muito cruel."

Winehouse, que lutou contra problemas com bebida e drogas durante grande parte de sua carreira, morreu de intoxicação por álcool em sua casa, no norte de Londres, em 23 de julho de 2011. Ela tinha 27 anos.

O documentário, que aborda os relacionamentos de Winehouse, a bulimia e seus problemas de saúde mental, detalha as tentativas sem sucesso de sua família e amigos em ajudá-la.

(Por Marie-Louise Gumuchian)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos