E se as novelas demorarem para voltar? Eis umas bacanas para maratonar no Globoplay

Guilherme Machado
·3 minuto de leitura

Um ano novo começou, mas ainda é difícil saber quando as novelas originais serão retomadas na televisão, uma vez que pandemia do novo coronavírus segue forte pelo mundo. Mas o Globoplay vem atualizando seu catálogo, e possui uma série de tramas que valem muito a pena ser revistas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Então se você está ansioso para rever umas boas tramas, mas não está muito interessado nas atuais reprises da Globo, eis umas sugestões para você:

A Favorita

<p></p><p>A grande obra de Patrícia Pillar em “A Favorita” foi nos deixar em dúvida sobre quem era Flora: uma mulher injustiçada e afastada da filha ou uma mulher vingativa, que faria de tudo para destruir sua inimiga? Essa foi uma das poucas personagens a ter os “dois lados” em si, sem que um prevalecesse sobre o outro.<br />Foto: Fabrício Mota/TV Globo </p><p></p>
Patrícia Pillar foi Flora em 'A Favorita'. Foto: Fabrício Mota/TV Globo

Um clássico de 2008, ‘A Favorita’ é facilmente uma das melhores novelas da história recente da TV brasileira. Com uma trama ágil e instigante e duas protagonistas poderosas nas figuras de Cláudia Raia (Donatela) e Patrícia Pillar (Flora), a trama de João Emanuel Carneiro tem vingança, mistérios, redenção e tudo que o público precisa para não desprender do sofá.

Leia também

Brega e Chique

Glória Menezes e Marília Pêra em 'Brega e Chique'. Foto: Reprodução/Tv Globo
Glória Menezes e Marília Pêra em 'Brega e Chique'. Foto: Reprodução/Tv Globo

Uma comédia de Cassiano Gabus Mendes, essa novela leve e divertida traz duas estrelas, Glória Menezes e Marília Pêra, como figuras em situações opostas na vida. Relacionadas com o mesmo homem, uma se vê completamente na pobreza com a morte dele, enquanto a outra enriquece loucamente com a fortuna que ele a deixa. Uma história inteligente cheia de atuações magistrais que vale demais conferir.

O Clone

<p></p><p>E quem não lembra do bordão ‘Inshalá’? Ou das pulseiras que viraram moda com a novela O Clone? A trama, um dos maiores sucessos de Gloria Perez, foi ao ar em 2001 e abordou questões como drogas, clones e religião. Murilo Benício e Giovana Antonelli eram os protagonistas Lucas e Jade, que viviam um amor proibido. Mas outros núcleos da novela ficaram na memória – como a dependência química de Mel, interpretada por Débora Falabella.<br />Foto: Reprodução/ TV Globo </p><p></p>
Murilo Benício e Giovana Antonelli eram os protagonistas Lucas e Jade em 'O Clone'. Foto: Reprodução/ TV Globo

Um dos maiores fenômenos do século 21, ‘O Clone’, de Gloria Perez, conta a história o amo impossível entre Lucas (Murilo Benício) e Jade (Giovanna Antonelli), ao mesmo tempo em que mistura a cultura muçulmana com uma trama de quase ficção científica, quando um médico decide criar um clone do falecido irmão gêmeo de Lucas. Lotada de cenários magníficos, personagens carismáticos e bordões marcantes como “Queimar no mármore do inferno”, ‘O Clone’ é uma história daquelas que ficam marcadas por décadas.

Terra Nostra

<p>No “Vale a Pena Ver de Novo”, entre junho e novembro de 2004, a novela reprisada foi “Terra Nostra”. Originalmente exibida em 1999 a trama de Benedito Ruy Barbosa se passava nas fazendas de café do interior de São Paulo, onde os imigrantes italianos trabalhavam no século XIX. O romance de Giuliana (Ana Paula Arósio) e Matteo (Thiago Lacerda), dois italianos que se mudaram para o Brasil para tentar uma vida melhor, era o tema principal do folhetim. </p>
Giuliana (Ana Paula Arósio) e Matteo (Thiago Lacerda) eram dois italianos que se mudaram para o Brasil para tentar uma vida melhor, era o tema principal do folhetim. Foto: Reprodução/TV Globo

Uma das poucas novelas de época que foi exibida no horário das 20h, ‘Terra Nostra’ conta a história de imigrantes italianos para o Brasil, entrelaçada ao romance entre Matteo (Thiago Lacerda) e Giuliana (Ana Paula Arósio). É uma novela emocionante e também imponente, que consegue emocionar e impressionar ao mesmo tempo

Vale Tudo

<p></p><p>Para quem gosta de novelas, dificilmente se falaria em vilania sem esse nome aparecer. Aliás, tamanha é sua relação com a TV que, em “Pé na Cova” havia outra Odete Roitman – só que essa de má nada tinha. Apesar de todas suas maldades e desprezo pela pobreza, o que ficou foi a dúvida: quem matou Odete Roitman?<br />Foto: Bazilio Calazans/TV Globo </p><p></p>
Em 'Vale Tudo' ficou foi a dúvida: quem matou Odete Roitman? Foto: Bazilio Calazans/TV Globo

Talvez uma das tramas mais icônicas de todos os tempos, ‘Vale Tudo’ narra a trajetória de Raquel (Regina Duarte), que traída pela própria filha, Maria de Fátima (Gloria Pires), que vende a casa da família e parte para o Rio de Janeiro para tentar ser rica, se vê obrigada a recomeçar sua vida. Uma história que até hoje comentada, “Vale Tudo” fez uma análise precisa do “jeitinho brasileiro” e das falhas da sociedade do país. Além disso, mobilizou todos com uma simples pergunta: “Quem Matou Odete Roitman”.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube