Sobrinha agradece à Roberta Close: “Ajudou na descoberta da transexualidade”

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Gabrielle Gambine é sobrinha de Roberta Close (foto: reprodução / instagram @gabriellegambinee)
Gabrielle Gambine é sobrinha de Roberta Close (foto: reprodução / instagram @gabriellegambinee)

Resumo da Notícia:

  • "Verdades Secretas 2" fez muito barulho por ter muita cenas de sexo e pouca trama 

  • A modelo tem 23 anos e contou com o apoio da tia na descoberta da sua transexualidade

  • Roberta Close foi um ícone de beleza dos anos 80 e é venerada até a atualidade

A cada dia percebemos que representatividade importa cada vez mais e Gabrielle Gambine é mais um exemplo disso. Modelo, ela é sobrinha da icônica Roberta Close, que se tornou um exemplo à comunidade trans já nos anos 80.

A jovem de 23 anos está estreando como atriz em “Verdades Secretas 2” e como a tia, quer ser uma inspiração para as próximas gerações. “Minha tia foi e sempre será a minha maior inspiração. Ela me ajudou durante o processo de descoberta da minha identidade e transexualidade”, diz em conversa com o “GShow”.

Leia também:

“Roberta (Close) sempre foi determinada e muito forte. É pioneira e sou muito fã. Ter essa referência foi importante e fundamental para entender os desafios”, completa. Ela também se inspira na top Lea T e personalidades como Marilyn Monroe, Rihanna e Paris Hilton.

Gabrielle ressaltou a importância de conviver naturalmente com pessoas diversas. “Ter o contato com pessoal LGBTQIA+ desde muito cedo me fez entender tudo sobre os meus direitos”, avalia.

A população LGBTQIA+ está cada dia mais naturalmente nas tramas. Em “Verdades Secretas 2” os personagens têm sexualidades diversas e fluidas. Mas o preconceito, principalmente contra pessoas trans, ainda é latente na sociedade.

“Precisamos evoluir questões que naturalizem a diversidade humana. É muito representativo ocuparmos todos estes lugares. A arte da dramaturgia e a moda têm o poder de abrir discussões que ainda são tabus. É importante o público ver pessoas trans sendo amadas, respeitadas e construindo histórias fora da marginalidade. Todos merecem respeito e dignidade em uma sociedade", conclui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos