Bárbara Paz festeja vilã em volta às novelas: “É muito misteriosa”

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Bárbara Paz vive a vilã Úrsula em
Bárbara Paz vive a vilã Úrsula em "Além da Ilusão" (foto: Globo/Fábio Rocha)

Resumo da Notícia:

  • Bárbara Paz vai interpretar a grande vilã da nova trama das seis da TV Globo

  • Há quatro anos fora das novelas, Bárabra volta com uma personagem cheia de camadas

  • 'Além da Ilusão' tem estreia programada para o dia 7 de fevereiro na Globo

Bárbara Paz está feliz da vida em voltar a fazer uma novela. Ela vive a decidida e protetora Úrsula Alves, mas não confunda os adjetivos a uma mulher boa, já que ela é uma das mulheres de caráter dúblio em "Além da Ilusão". A novela tem estreia marcada para 7 de fevereiro.

“A Úrsula é uma vilã, dependendo do ponto de vista. Toda vilã tem um coração e ela é muito misteriosa. Ninguém sabe o passado dela, que chega nessa família como uma espécie de governanta”, conta em conversa com o Yahoo! durante a coletiva de imprensa da trama.

Mãe de Joaquim (Thiago Voltolini/Danilo Mesquita), ela é de origem humilde, perdeu a família ainda menina e precisou ganhar a vida sozinha. Desamparada, recebeu abrigo na casa da família de Eugênio (Marcello Novaes), onde trabalhou como cozinheira e se apaixonou por ele, que se tornou padrinho de Joaquim.

“Ela cuida do patrão como se fosse o marido dela. Ela trabalha na casa, mas quer ser da família. Ela tem essa ambição e é apaixonada por este homem. Ela é apaixonada por dinheiro, mas mais por ter um nome, um pedigree. Ela vai passar por cima de muita gente para ter o que quer”, revelou.

A atriz ainda ressaltou que a personagem trás camadas que hoje podem ser observadas, mas não na década de 40. “Naquela época não se falava em bipolaridade, eram usados outros nomes, mas acho que ela não era bipolar, mas muito focada no que quer com muitos lados. Todo mundo tem um pouco de vilania porque tem vários lados, independente de como vai agir na vida e não vai sossegar”, avalia.

Paz concluiu afirmando que o público vai descobrir bem mais sobre al do que só apenas ver as maldades: “Estamos falando dos anos 40 e ela vai jogar quase com um humor tendencioso. Ao logo da trama isso vai se desenrolando sobre quem ela foi, quem ela é e o que está se fazendo ali. Mas é gostoso de fazer, estou gostando. É bom ela jogar de vários lados.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos