Cinco práticas de autocuidado para melhorar sintomas da TPM

·4 min de leitura
Chás, escalda-pés, aromaterapia e até um diário ajudam a aliviar a TPM
Chás, escalda-pés, aromaterapia e até um diário ajudam a aliviar a TPM

De dez a sete dias antes da menstruação, 70% das mulheres sente um conjunto de sintomas: cólicas, alterações no humor e no intestino, pele mais oleosa...É a T.P.M que, dentre as quatro fases do ciclo menstrual, certamente é a mais temida. Não à toa, a sigla coloca a fase como “tensão pré-menstrual”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Muitos movimentos, no entanto, tem trazido um novo olhar para o ciclo menstrual. No caso a da TPM, há sugestões de novos significados como Tempo para Mulher e Tempo para Meditar. Isso porque, segundo especialistas, a TPM é um momento de introspeção e, com alguns hábitos de autocuidado, pode agir a nosso favor.

Leia também

A escritora Miranda Gray, autora de livros como A Lua Vermelha, descreve a TPM como uma fase criativa, onde vamos sentir as nossas energias, foco e capacidade de organização decrescer e começamos a entrar em contacto com o nosso subconsciente. Em seus trabalho de empoderamento feminino, a terapeuta e visionaria Morena Cardoso costuma dizer que a TPM pode ser como um uma lupa para não conhecermos a partir da auto-observação de exercícios físicos emocionais deste período.

Entre chás, respiração, automassagem e até exercício de observação e escrita, confira algumas práticas de autocuidado que não só aliviam os sintomas da TPM, como a resignificar a imagem injusta pela qual esta fase do ciclo.

Chás: as ervas amigas da mulher

Chamomile Tea on a Wooden Table
Chamomile Tea on a Wooden Table

A camomila, além de ser uma delicada, porém empoderadora erva do feminino, é conhecida como calmante. Um clássico muito seguro para relaxar corpo e mente. O e-book Manual das Ervas para os Ciclos Femininos, do coletivo Eu Livre, faz uma ótima sugestão: tansagem + casca de limão + manjericão. Para beber quentinho ou frio, mas em ambos os casos o mais fresco possível.

Automassagem e aromaterapia

Aqueça 20 ml (ou quatro colheres de sopa) de óleo vegetal (semente de uva, amêndoas ... até azeite ou girassol vale, desde que a versão extravirgem). A ideia é que o óleo fique apenas morno, e não quente. Mas também pode fazer com ele frio. Coloque 3 gotas de óleo essencial de gerânio e 3 de lavanda. Misture e faça massagens nos seios, pés e ventre.

Aproveite a potência curativa do toque para se reconectar com a sua essência. A TPM é uma fase de introspecção e, por isso, uma fase de cultivo da intuição e auto-escuta.

Máscara de argila verde: equilíbrio da oleosidade

Argila verde: controle natural da oleosidade
Argila verde: controle natural da oleosidade

A argila é um ingrediente natural, democrático e fácil de achar e com uma fama justa: a de eliminar impurezas da pele equilibrar a oleosidade. Considerando que as alterações hormonais nesta fase do ciclo podem deixar a pele mais oleosa e, por isso, piorar casos de acnes em quem já tem tendência, é uma boa sugestão.

Basta misturar duas colheres de argila verde com água filtrada formando uma pastinha cremosa e aplicar em todo o rosto. Deixe agir por alguns minutos e remova em água corrente.

Escalda-pés: alívio muscular e mental

Homemade calendula, essential oil dead sea salt on wooden background, top view
Homemade calendula, essential oil dead sea salt on wooden background, top view

A TPM também é um bom momento para resgatar um ritual antigo, mas muito eficaz: o escalda-pés. Relaxante muscular, melhora a circulação das pernas e acalma dos nervos. Perfeito para fazer no final de um dia cansativo e antes de dormir: basta colocar um ou até três tipos de ervas (hortelã, camomila, dente-de-leão, arruda, calêndula ...)) e um pouco de sal grosso em uma bacia ou balde. cubra com água morna e mergulhe os pés.

Se puder, coloque uma música calma e fiquei off-line durante o ritual para desfrutar da sensação.

Mandala lunar e diário dos cilos

Anotar sintomas: autoconhecimento na TPM
Anotar sintomas: autoconhecimento na TPM

Manter um diário de anotações com percepções físicas, emocionais e psíquicas durante o ciclo é um mergulho no autoconhecimento. A ideia da proposta é anotar tudo, absolutamente tudo, diariamente, em todas as fases do ciclo: desejos, sintomas, sonhos, tudo o que sentir física e emocionalmente. Há várias versões das chamadas mandalas lunares, mas a prática da anotação pode acontecer num diário, que pode ser tanto um caderno de papel ou o bloco de notas do celular. O importante é manter uma constância das anotações.

Em alguns meses, ao reler tudo, é possível perceber padrões de comportamento e até conectar alguns sintomas com autoconhecimento e perceber se alguns critérios foram determinados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos