Nova série sobre Tim Maia promete conteúdo inédito: "Comédia e barbaridades"

Tim Maia no documentário da Globoplay (Reprodução Globo)
Tim Maia no documentário da Globoplay (Reprodução Globo)

Estreia nesta quarta-feira (28) na Globoplay a série "Vale Tudo com Tim Maia", narrativa documental produzida por imagens de arquivo inéditas do próprio artista.

A produção foi dirigida por Nelson Mota, jornalista e produtor musical que escreveu a biografia do música, e Renato Terra, diretor de "O Canto Livre de Nara Leão". Muito já foi escrito e gravado sobre Tim Maia, mas a série chega com a promessa de trazer material novo para a história, com imagens de arquivo, entrevistas, shows e depoimentos de amigos e familiares.

"A série é um mergulho na originalidade e genialidade musical do Tim. Não há análises ou especialistas. O jeito que ele conta as histórias é de chorar de rir. A série é uma espécie de stand up comedy dançante. É aumentar o som e se preparar para rir, se emocionar e dançar", afirmou Renato Terra para o "Gshow". "Ninguém conta melhor a sua história do que ele, com a sua linguagem, comédia e barbaridades. E Tim era um comediante nato, nós reforçamos isso nele como narrador", completa Nelson Motta.

A principal fonte de material foi o acervo de Carmelo Maia, filho de Tim Maia, além de arquivos da TV Globo e outras emissoras. A série aborda as muitas fases da carreira de Tim Maia, com comentários do músico sobre o preconceito que sofria dos veteranos de outros estilos, ainda mais carregado pelo viés racial. Segundo o cantor, ele atraía pouca atenção das mulheres por ser negro e gordo, características não compartilhadas por ídolos como Roberto Carlos e Erasmo Carlos.