Bolívia faz homenagem a ator de "Chaves" por seus 40 anos de carreira

La Paz, 28 jan (EFE).- Mais de dois mil bolivianos homenagearam neste sábado o comediante mexicano Roberto Gómez Bolaños, o "Chespirito", intérprete do Chaves e do Chapolin, com um festival de dança dedicado a seus 40 anos de carreira como parte dos tributos que acontecerão em vários países da América Latina.

Crianças, jovens e inclusive adultos disfarçados com os populares personagens do humorista fizeram durante várias horas uma coreografia em massa na praça San Francisco em La Paz, em um ato organizado pelo canal "Bolivisión".

O local ficou lotado de imitadores do "Chaves", "Chapolin", "Quico", "Chiquinha", "Dona Florinda", "Professor Girafales", "Doutor Chapatin" e "Bruxa do 71", entre outros.

A chefe de Marketing da emissora, Paola Jordán, disse à Agência Efe que a Bolívia é o primeiro país onde é feita a coreografia em para devolver a "Chespirito" o carinho que ele concedeu aos latino-americanos durante 40 anos de televisão.

A homenagem, denominada "América celebra Chespirito", será realizada em 17 países, entre eles Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Equador, Estados Unidos, México, Peru e Nicarágua.

As celebrações na Bolívia incluem concursos para escolher os melhores imitadores do Chaves e descobrir histórias reais parecidas com as do personagem televisivo. EFE