Nostalgia e fetichismo dos anos 1980 chegam às telas em 2022

·3 min de leitura
(Arquivo) Exemplares do mangá "Dragon ball Z", no Salão do Livro de Paris em março de 2019 (AFP/Joel Saget) (Joel Saget)

De "Top Gun" à primeira trilogia Star Wars, passando por "Dragon Ball Z", os anos 1980 voltam às telas em 2022, tanto nos cinemas quanto nas plataformas de streaming.

"Essa década se tornou uma referência estética e narrativa", explica a especialista em séries americanas Ariane Hudelet, professora da Universidade de Paris.

Há um "fetichismo" em torno da imagem e do estilo dos anos 1980, seja com os sons de fundo nas gravações, seja com as imagens granuladas, ou com o uso de objetos típicos da época, como as fitas cassetes, acrescenta.

"Embora o resultado final não tenha muito a ver com o original, provoca automaticamente curiosidade", afirma o crítico francês Alain Carrazé.

- A nostalgia de "Stranger Things" -

A série "Stranger Things" trouxe a moda dos anos 1980 de volta, "ao revisitar seus ícones, desde livros de autores como Stephen King ao E.T.", destaca Araiane Hudelet.

É "uma mistura de pastiche e fetichismo nostálgico", acrescenta.

A quarta temporada de "Stranger Things", que conta as aventuras de um grupo de amigos e uma jovem com habilidades psíquicas paranormais, estreará na Netflix em meados de 2022.

"É uma reinterpretação completa da infância nos anos 1980, com base nas nossas expectativas contemporâneas. As personagens femininas têm um lugar de maior destaque, os monstros têm mais nuances", analisa o ensaísta e especialista em cultura pop Richard Mèmeteau.

"Cada geração de espectadores recria uma obra partindo de suas próprias lembranças", completa.

- A década dos filmes de ficção científica -

Com duas novas séries "Star Wars", a adaptação da saga medieval e fantástica "Willow" (1988) e o "remake" cinematográfico de "Dragon Ball Z", 2022 confirma que os anos 1980 representaram o surgimento definitivo "da ficção científica e do terror", afirma Arianne Hudelet.

"Obi Wan Kenobi" e "Andor" são duas séries dedicadas a personagens do universo Star Wars desenvolvidas pela Disney+ e que são ambientadas antes do episódio piloto da saga, em 1977.

"As pessoas que assistem a séries na nossa época nasceram nos anos 1980", ou seja, eram crianças quando os episódios de "Star Wars" começaram a surgir, analisa Alain Carrazé.

Já "Dragon Ball Z" é uma série de mangá japonesa que causou uma febre entre os mais jovens e vai estrear como filme este ano.

"Willow" fará o caminho inverso. Gravado em 1988, foi um filme de pouco sucesso. Agora, a Disney+ tenta a adaptação em forma de série com o ator da época, Warwick Davis.

- Tom Cruise de volta com "Top Gun"

"Top Gun" se tornou instantaneamente um filme "cult", após sua estreia em 1986. Seu protagonista Tom Cruise voltará a intepretar a personagem de um ousado piloto de caça em "Top Gun: Maverick", previsto para maio de 2022, simultaneamente à sétima sequência de "Missão Impossível".

Na nova adaptação de "Top Gun", Cruise volta quase com 60 anos ao serviço ativo, depois de ser "convidado" pela Força Aérea dos Estados Unidos.

"Missão Impossível" é, por sua vez, uma série antiga, dos anos 1960 e 1970. Cruise, que confessa que era uma de suas séries favoritas quando mais novo, conseguiu se apropriar habilmente da marca "para definir um formato que funciona satisfatoriamente entre o público", destaca Alain Carrazé.

jnb/elc/dch/jz/an/aa/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos