"Normal People" bate "Bridgerton" e ganha prêmio de melhor cena de sexo

Rafael Monteiro
·2 minuto de leitura
Normal People e Bridgerton: séries lembradas e elogiadas pelas suas cenas de sexo (reprodução)
Normal People e Bridgerton: séries lembradas e elogiadas pelas suas cenas de sexo (reprodução)

Resumo da notícia:

  • Série "Normal People" supera "Bridgerton", da Netflix, em eleição da melhor cena de sexo de 2020

  • Cena protagonizada por Daisy Edgar-Jones e Paul Mescal é elogiada pelo afeto e "prazer em escalada gradual"

  • Aplicativo também elegeu a pior cena de sexo da ficção, presente em "Troco em Dobro", filme de ação da Netflix

A série "Normal People", do Hulu, acaba de ganhar um prêmio inesperado: a obra inspirada no livro homônimo da escritora irlandesa Sally Rooney foi reconhecida no Sex on Screen Awards, premiação promovida pelo aplicativo de saúde sexual Emjoy, como a dona da melhor cena de sexo de 2020.

"Normal People" superou, no mínimo, duas grandes concorrentes: a primeira noite de amor de Marianne (Noémie Merlant) e Héloïse (Adèle Haenel) no filme "Retrato de Uma Jovem em Chamas", de Céline Sciamma, e uma mais popular: o momento em que o Duque, personagem de Regé-Jean Page, ensina Daphne (Phoebe Dynevor) a se masturbar.

Leia também:

Mais de 170 mil usuários do aplicativo votaram na premiação, que também contou com a opinião de terapeutas sexuais. "Esta cena [de 'Normal People'] expõe as vulnerabilidades dos jovens Marianne e Connell de uma forma real e identificável", disse a premiação em anúncio dos vencedores sobre a cena da "primeira vez" do casal Marianne (Daisy Edgar-Jones) e Connell (Paul Mescal).

"Embora o constrangimento deles seja claro, ele é mútuo, e mutuamente reconhecido. A experiência de Marianne com o prazer segue uma escalada gradual, afetuosa e consensual, e a cena não tem pressa em mostrar tudo isso", finalizou ainda o comunicado.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

E o prêmio de pior cena de sexo vai para...

"Troco em Dobro", filme de ação da Netflix que pouca gente viu no ano passado. Superando o momento de sexo violento (com direito a voo) entre Homelander e Stormfront de "The Boys", a cena "romântica" de Spenser (Mark Wahlberg) e Cissy (Iliza Schlesinger) no banheiro acabou levando o prêmio negativo.

"Embora o objetivo desta cena [de 'Troco em Dobro'] possa ter sido retratar a espontaneidade sexual, ao invés disso ela recompensa a fantasia masculina de uma mulher que está (ou acha que está) sendo perseguida por um homem, mas mesmo assim se entrega sexualmente a ele", analisou a premiação.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.