Noite da eleição atrai 22,8 milhões de telespectadores nos EUA, abaixo de 2016

Por Jill Serjeant
·1 minuto de leitura

Por Jill Serjeant

LOS ANGELES (Reuters) - Estima-se que 22,8 milhões de pessoas acompanharam a apuração da eleição presidencial dos Estados Unidos pela televisão no país na noite de terça-feira, de acordo com números de audiência preliminares citados por Hollywood The Wrap e Hollywood Reporter, o que aponta que a audiência pode ter sido menor do que a da noite da eleição de 2016.

Os veículos mencionaram dados iniciais da consultoria Nielsen referentes a seis redes: ABC, Fox, NBC, CBS e os canais em espanhol Univisión e Telemundo.

O The Wrap disse que as cifras preliminares mostraram uma redução de vários milhões de telespectadores nas seis redes na comparação com dados iniciais relatados na noite da votação de quatro anos atrás.

Mas os dados não incluíram canais a cabo, e tampouco se esclareceu o período de tempo da programação, que se estendeu até as primeiras horas desta quarta-feira, e o desfecho da disputa entre o presidente Donald Trump, um republicano, e o desafiante democrata, Joe Biden, continua indefinido.

Espera-se um aumento dos números quando os dados finais da Nielsen a respeito de diversas redes forem divulgados ainda nesta quarta-feira.

De acordo com os dados finais de 2016, 71,4 milhões de pessoas acompanhavam em 13 redes quando Trump obteve uma vitória inesperada sobre a democrata Hillary Clinton. O recorde da noite da eleição foi estabelecido em 2008, quando 71,5 milhões de pessoas ligaram as televisões.

A audiência de TV tampouco computa a de plataformas de internet, que crescem em popularidade à medida que a TV tradicional perde força.