Noah Schnapp já fez filme com Seu Jorge e Adam Sandler; relembre carreira

Ator ficou conhecido mundialmente por interpretar Will Byers em "Stranger Things"

Noah Schnapp no fesstival de
Noah Schnapp no fesstival de "Stranger Things" de Cirque Bouglione em 24 de março 2022 em Paris, França. (Foto: Kristy Sparow/WireImage)

Noah Schnapp anunciou na última quinta-feira (5) que é gay e brincou dizendo que descobriu ser mais parecido com seu personagem de "Stranger Things" do que pensava. Aos 18 anos, o ator já teve um "emprego comum" como salva vidas, estuda na Universidade da Pensilvânia e estrelou diversas produções além do grande sucesso da Netflix. Em outros trabalhos, ele atuou com o brasileiro Seu Jorge e com o americano Adam Sandler. Relembre a carreira:

Antes de viver Will Byers, ele já se dedicava à carreira de ator. Noah apareceu em "Ponte dos Espiões" (2015), filme de Steven Spielberg que teve Tom Hanks como protagonista. No mesmo ano, ele foi dublador da animação "Snoopy e Charlie Brown: O Filme", dando voz ao famoso personagem Charlie Brown.

Já em 2016, o rapaz estrelou o curta-metragem "The Circle", que mostra uma jornada sobre o poder transformador da arte no período da Grande Depressão. Em "Abe" (2019), ele contracenou com Seu Jorge ao interpretar um menino de 12 anos, que é aprendiz de um chef de cozinha brasileiro, ama gastronomia e tenta usar esse talento para manter sua família unida.

Noah Schnapp e Seu Jorge no filme
Noah Schnapp e Seu Jorge no filme "Abe". (Foto: Divulgação/Paris Filmes)

O ator também participa de "O Halloween do Hubie" (2020), uma comédia da Netflix estrelada por Adam Sandler. A história acompanha Hubie, um cara bonzinho, medroso e não muito popular em Salém. Quando o Halloween começa a ficar assustador de verdade, ele ignora todos os ataques que já sofreu dos moradores e faz de tudo para salvar a cidade.

O filme mais recente de Schnapp é "O Menino e a Guerra", de 2020, situado durante a Segunda Guerra Mundial. Ele vive Jo, um jovem pastor que leva crianças judias através da fronteira do sul da França para a Espanha com a ajuda da viúva Horcada.