No BBB 23, Aline Wirley, ex-Rouge, é bissexual e vive relação aberta com ator Igor Rickli

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Anunciada na manhã desta quinta-feira (12) como participante do Big Brother Brasil 23 (Globo), a cantora Aline Wirley, 41, é casada e tem um filho. Ela ficou nacionalmente conhecida após integrar o grupo Rouge, em 2002.

Com o fim da banda, virou atriz e fez muitos espetáculos musicais. Dizendo-se intensa, efusiva e tagarela, Aline promete viver de tudo no reality. "Gosto de gente, gosto de viver, gosto de ser feliz, de tomar bons drinks, dar risada, de dançar", confessa.

A atriz conta também que se irrita com o olhar superficial e espera que o público dê a chance de ela se mostrar no BBB. Segundo conta, ela quer usar o programa para mostrar todas as suas facetas. "Eu estou prestes a entrar no maior programa do país por conta do Rouge", declara.

Em 2021, a artista revelou já ter namorado uma mulher quando era mais jovem. "Sou bissexual e nunca falei isso para ninguém, você está sendo a primeira pessoa", disse a ex-integrante do grupo Rouge e atriz em entrevista ao Quinta Pod, podcast da cantora Kelly Key.

"Eu me descobri. Um dia olhei para uma mulher e falei: 'Ué, o que está acontecendo?'. E, na verdade, foi um amor por aquela pessoa e eu vivi uma história de amor muito linda com ela", disse Wirley. Key, então, perguntou o motivo de ela estar falando abertamente sobre a própria orientação sexual só agora.

"Estamos em um momento de desconstrução de vários paradigmas. Hoje podemos ter esse tipo de conversa e isso é muito legal", esclareceu a ex-Rouge. Em novembro passado, ela revelou que vive um relacionamento aberto com o marido, o ator Igor Rickli.

"Celebramos a diversidade como divina. Entendemos o sexo pelo viés da saúde e não do erótico. Nossa bissexualidade só potencializa nossa relação. Curamos um ao outro na nossa dualidade. Trabalhamos para manifestar o sagrado masculino e feminino em harmonia em cada um de nós. Nos reconhecemos como parceiros e não como posse um do outro", escreveu.