Íris Stefanelli usa vestido feito por quatro pessoas para ficar duas horas no Baile da Vogue

(Foto: Reprodução/ Instagram @irisstefanelli)

Por Felipe Abílio

A apresentadora Íris Stefanelli levou a sério o tema Golden Opera (ópera dourada em português) e caprichou no look dourado para o Baile da Vogue, que aconteceu na noite deste sábado (23), no Hotel Unique, em São Paulo.

Receba no seu Whatsapp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

Com um vestido dourado, com renda em camadas, decote profundo e fenda, Íris foi uma das mais belas da noite e explicou a escolha: “Vim com uma inspiração romana, gostou? Gastei muito no look, foram quatro pessoas nesse vestido, cada renda foi pintada e costurada a mão em volta dele todo. Demorou 10 dias para o vestido ficar pronto e vou ficar na festa duas horas”, admitiu rindo.

Íris, que já esteve em algumas ocasiões com Donata Meirelles, ex-diretora da Vogue, defendeu a executiva após a polêmica envolvendo racismo na festa de aniversário dela. Donata pediu demissão da empresa e o Baile foi atrasado em um mês.

Leia mais: Os looks das famosas no Baile da Vogue 2019 

“Não a vejo como uma pessoa racista, as poucas vezes que estive com ela sempre foi agradável com todo mundo, nunca fez distinção de pessoa nenhuma. Acho que no mundo de hoje você tem que pensar muito e tem que tomar cuidado para não ofender ninguém, na vida a gente tem que pensar no outro. Mas não concordo que tem que apedrejar, estamos aqui para errar, aprender e evoluir”, disse ela.

Após a situação, a Vogue convidou artistas e anônimos negros para compor o casting do evento. Glória Maria foi convidada para apresentar a festa ao lado de Sabrina Sato.