Netinho de Paula comenta volta à TV e elogia Taís Araújo

Netinho de Paula. Foto: reprodução/Instagram/netinhodepaula

De volta à TV com o programa “É da Gente”, na Rede TV!”, Netinho de Paula comemora o reencontro com o público de casa. Depois de oito anos dedicado à política, ele vê o retorno como uma provocação às TVs abertas por mais representatividade.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

“Desde que saí da TV, em 2012, não temos um apresentador negro aos sábados e domingos num programa fixo na programação. Ter uma atração é muito mais um ato de resistência do que uma preocupação com audiência”, analisa ele, em entrevista ao jornal “Extra”.

Leia também:

Nos shows comemorativos dos 30 anos de carreira do Negritude Jr., ele também retoma o contato com os fãs do grupo de pagode que fez sucesso na década de 90.

O cantor e apresentador comemora o fato de “Beijo Geladinho”, um dos hits da época, estar na trilha de “A Dona do Pedaço”. “Foi uma surpresa! Parece que, nos anos 90, por mais sucesso que a gente tivesse, não havia reconhecimento para ir para uma novela. Isso acontecer agora foi uma coisa tão grata... A gente saber de fato o tamanho que foi o Negritude”, diz.

Também faz parte da história da banda “A Princesa e o Plebeu”, canção feita para Taís Araujo, sua namorada no período de 1998 a 2001. Ao falar dela, que hoje é uma referência para mulheres negras, Netinho é só elogios.

“Acho que Lázaro (Ramos, marido da artista) fez muito bem a ela. Como atriz, sempre foi acima da média. Mas o ativismo foi uma grande surpresa para mim. É que, na época em que estávamos juntos, ela era bem distante dessas questões. Agora está se destacando positivamente”, comenta.