Netflix usou imagens de tragédia real em 'Bird Box'

(Imagem: divulgação Netflix)

A Netflix está sob críticas por ter utilizado cenas de uma tragédia real em ‘Bird Box’, filme estrelado por Sandra Bullock que se tornou um fenômeno de audiência desde sua estreia, no final do ano passado. No começo do longa, quando o noticiário anuncia os eventos catastróficos que estão se espalhando pelo mundo, surge na tela descarrilamento de um trem que transportava petróleo pela cidade de Lac-Mégantic, no Canadá. O desastre deixou 40 mortos, em 2013.

Receba no seu Whatsapp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

Julie Morin, prefeita de Lac-Mégantic, falou em nome da comunidade local, incomodada com a exploração da tragédia para fins comerciais. “Eu não sei se isso está acontecendo o tempo todo, mas estamos procurando garantias da Netflix de que vão remover as imagens”, declarou ao jornal canadense The Globe and Mail. “Podem ter certeza que acompanharemos isso de perto, e nossos cidadãos estão do nosso lado.”

A imprensa norte-americana noticiou que a Netflix teria adquirido as cenas do banco de imagens de uma agência.

A controvérsia é similar à notícia que circulou na semana passada, a respeito de outro filme do serviço de streaming, ‘Death Note’. A Companhia Ferroviária Nacional da Bélgica emitiu uma notificação dizendo que a produção usou, sem autorização, imagens de um acidente real que matou 19 pessoas e deixou outras 300 feridas em 2010.

Esta não é a primeira polêmica envolvendo ‘Bird Box’. Desde que o filme estreou foi criado pelo público das redes sociais o ‘Bird Box Challenge’, no qual pessoam postam vídeos utilizando vendas nos olhos, assim como os personagens do longa.

A brincadeira já foi feita em diversas situações, algumas de risco elevado, como um adolescente que bateu o carro em Utah após querer repetir uma das cenas de maior tensão do longa. Como reação a este tipo de comportamento, o YouTube anunciou que passará a banir este tipo de vídeo.