Alheia à polêmica entre TCU e Ancine, Netflix reforça investimento em produções brasileiras

Diego Olivares
Cena da nova temporada de '3%', que estreia ainda em 2019. (Imagem: divulgação Netflix)
Cena da nova temporada de '3%', que estreia ainda em 2019. (Imagem: divulgação Netflix)

É uma das leis mais antigas do mercado: tempos de crise também podem representar grandes oportunidades. A lógica pode ser aplicada à relação entre Netflix e o audiovisual brasileiro.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Enquanto o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Agência Nacional de Cinema (Ancine) estão envolvidos num imbróglio que paralisa filmes e séries que dependem de investimento público para continuarem acontecendo, a gigante do streaming anunciou que fará nada menos do que 30 produções originais no país até 2021.

O plano foi anunciado nesta semana, durante a Rio Creative Conference, evento que contou com a presença de Ted Sarandos, Chefe de Conteúdo da Netflix.

A lista de artistas brasileiros com projetos na empresa vai de Wagner Moura a Sabrina Sato, passando por Larissa Manoela, Maísa Silva, Fábio Porchat e o diretor Fernando Meirelles (‘Cidade de Deus’, ‘O Jardineiro Fiel’), entre muitos outros. Maísa e Porchat, por exemplo, já firmaram contrato para estrelar três filmes cada, cujos títulos e sinopse ainda não foram divulgados.

"O Brasil tem talentos extraordinários e uma longa tradição em contar grandes histórias. É por este motivo que estamos animados em aumentar nosso investimento na comunidade criativa brasileira. Esses 30 projetos, em vários estágios de produção em diferentes locais espalhados pelo país, serão feitos no Brasil e consumidos pelo mundo", disse Sarandos, em comunicado à imprensa.

Da esquerda para direita: o diretor Cláudio Torres, Sabrina Sato e Ted Sarandos (Foto: Suzanna Tierie / Netflix)
Da esquerda para direita: o diretor Cláudio Torres, Sabrina Sato e Ted Sarandos (Foto: Suzanna Tierie / Netflix)

A declaração segue o discurso adotado por Maria Ângela de Jesus, diretora de produções originais brasileiras da empresa de streaming, que concedeu entrevista ao Yahoo! em março. Perguntada sobre como a empresa se vê ao se tornar uma espécie de terra prometida em tempos de incertezas sobre a continuidade dos mecanismos de incentivo governamentais ao audiovisual, ela disse que “o momento é maravilhoso para o mercado criativo e de produção no Brasil.”

“Nosso país é um dos mercados mais excitantes e criativos do mundo e temos muito orgulho em continuar trabalhando com os talentos que encontramos aqui, em frente e por detrás das câmeras, para produzir histórias genuinamente brasileiras que vão levar nossa cultura e nossas paisagens para os 190 países onde a Netflix está presente”, completou, na ocasião.

Além das novas temporadas de ‘O Mecanismo’, de José Padilha, e ‘3%’, e das estreias de ‘Ninguém Tá Olhando’, ‘Sintonia’, ‘O Escolhido’ e ‘Irmandade’, todas já anunciadas anteriormente, o serviço anunciou mais títulos durante a Rio 2C, que podem ser conferidos na lista abaixo.

Conheça outras atrações brasileiras que serão produzidos pela Netflix:

Reality Z

Os participantes de um reality show são surpreendidos por um apocalipse zumbi, em pleno Rio de Janeiro. Guilherme Weber, Emílio de Mello, Sabrina Sato e Jesus Luz são alguns dos nomes do elenco.

Modo Avião

Larissa Manoela vai interpretar no filme uma influenciadora digital viciada em redes sociais que, após bater o Mustang de colecionar do avó, é enviada para a fazenda dele e, como como castigo, não pode usar o celular.

Menino Maluquinho

Uma nova animação com o personagem infantil criado pelo cartunista Ziraldo está programada para 2021.

Sérgio

Cinebiografia protagonizada por Wagner Moura sobre o diplomata Sérgio Vieira de Mello, morto de forma trágica após um ataque terrorista no Oriente Médio.

Ricos de Amor

Danilo Mesquita (de 'Segundo Sol') e Giovanna Lancellotti estarão nessa comédia romântica sobre o amor entre um futuro herdeiro milionário e uma garota humilde.

Quem Nunca?

A escritora Thalita Rebouças ('Fala Sério, Mãe!') assina o roteiro do filme sobre três adolescentes que fazem um pacto para continuar solteiras, mas encontram os ex-namorados num acampamento escolar.