Netflix compra obras de Roald Dahl e soma Matilda e Willy Wonka a catálogo

·1 minuto de leitura
Bolo com decoração inspirada no livro "Matilda", de Roald Dahl, em Londres

(Reuters) - A Netflix comprou as obras de Roald Dahl, incluindo clássicos como "A Fantástica Fábrica de Chocolate" e "Matilda", em seu acordo mais recente agora que enfrenta a concorrência acirrada dos serviços de streaming Disney+ e HBO Max.

A empresa não revelou os termos financeiros do acordo, que lhe dará acesso total às obras de Dahl, além de filmes de ação e animações.

O negócio amplia o acordo de licenciamento já existente da Netflix com a The Roald Dahl Story Co para a criação de séries de animação baseadas nos livros do autor. Firmado em 2018, ele foi supostamente um dos maiores de programação infantil à época, tendo sido avaliado entre 500 milhões e 1 bilhão de dólares, de acordo com a publicação Hollywood Reporter.

Como parte do acordo, o diretor Taika Waititi, premiado com o Oscar, já está criando uma série baseada em "A Fantástica Fábrica de Chocolate". A Netflix também está trabalhando em uma adaptação de "Matilda, o Musical".

O autor britânico, que morreu em 1990 aos 74 anos, continua popular com leitores jovens de todo o mundo, e vários de seus livros, como "O BGA", "O Fantástico Senhor Raposo" e mais recentemente "As Bruxas", foram parar no cinema e no teatro.

"Agora que levamos estas histórias imortais a mais plateias em novos formatos, estamos comprometidos a manter seu espírito único e seus temas universais de surpresa e gentileza, e ao mesmo tempo polvilhar uma mágica nova na mistura", escreveram Ted Sarandos, co-presidente-executivo da Netflix, e Luke Kelly, neto de Dahl e membro da Roald Dahl Story Co, em um blog.

(Por Aakriti Bhalla em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos