Netflix abandona estreia de "The Irishman", de Martin Scorsese, nos cinemas

Por Helen Coster
.

Por Helen Coster

(Reuters) - O Netflix informou nesta terça-feira que vai lançar o drama de máfia "The Irishman" em alguns cinemas independentes em 1º de novembro e oferecer o longa em sua plataforma de streaming 26 dias depois, abandonando o plano de estreia geral nos cinemas do filme que está gerando comentários e palpites sobre os Oscars.

O anúncio acontece após um impasse nas negociações entre o Netflix e grandes redes de cinema como a AMC Entertainment e a Cineplex, de acordo com a publicação The Hollywood Reporter.

Grandes redes de cinemas insistem em um intervalo de 90 dias antes que um filme seja disponibilizado em outras plataformas e o Netflix quer disponibilizar a obra ao seus assinantes antes.

O debate sobre a redução da tradicional janela de 90 dias está crescendo enquanto serviços de streaming como os de Netflix, Amazon e Walt Disney transformam a maneira na qual as pessoas assistem a filmes.

A estreia limitada de "The Irishman" é semelhante à estreia de "Roma", em 2018. O filme esteve em cartaz exclusivamente nos cinemas por 23 dias e conquistou três prêmios na premiação dos Oscars.

O serviço de streaming comprou "The Irishman" da Paramount Pictures, unidade da Viacom, estúdio original de Scorsese, em 2017. O filme, que estrela Robert De Niro, Al Pacino, e Joe Pesci, é considerado um dos pleiteantes aos Oscars, e custou aproximadamente 200 milhões de dólares.