Neil Peart, baterista da banda canadense Rush, morre aos 67 anos

Neil Peart, numa apresentação no Salão da Fama do Rock and Roll, em Los Angeles, em abril de 2013

Neil Peart, baterista e letrista da banda canadense Rush, morreu aos 67 anos na Califórnia de um câncer de cérebro, anunciou o grupo nesta sexta-feira.

"É com os corações partidos e profunda tristeza que temos que compartilhar a terrível notícia que nosso amigo, irmão de alma e companheiro de banda por 45 anos, Neil, perdeu sua incrível batalha de três anos e meio contra o câncer de cérebro", publicou o grupo no Twitter.

O Rush foi formado em 1968 pelo baixista e cantor Geddy Lee e o guitarrista Alex Lifeson, com Peart se unindo ao grupo em 1974, substituindo John Rutsey.

Depois de começar com o rock pesado, para em seguida passar para o jazz rock, Peart ficou conhecido por seu estilo extravagante e técnica muito precisa, o que lhe rendeu uma legião de admiradores entre profissionais da música e fãs.

Questlove, baterista d grupo de hip hop The Roots, publicou no Instagram uma foto em preto e branco de Peart sentado atrás de sua imponente bateria e escreveu uma mensagem de condolências.

O baterista Lars Ulrich, do Metallica, também prestou homenagem na mesma rede social, ao dizer que o músico canadense era uma grane inspiração para ele.

Em 2013, Rush entrou para o Salão da Fama do Rock and Roll dos Estados Unidos, país onde vendeu 25 milhões de discos.