Nego do Borel fala sobre expulsão de 'A Fazenda', cita racismo e nega acusações

·7 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nego do Borel, 29, usou o Instagram para fazer um longo desabafo neste domingo (29). O cantor falou sobre as acusações que vem sofrendo e culminaram na expulsão dele de A Fazenda (RecordTV), atacou a ex-namorada, Duda Reis, sem citar o nome da jovem e que está passando por um momento emocionalmente difícil.  

Ele começou a gravação abordando as acusações de que foi alvo antes de entrar no reality show, à época do fim do relacionamento com Duda, negando todas elas. Nego afirmou que o fuzil que tinha em casa, era de paintball - esporte de combate no qual a arma é usada para disparar bolas de tinta -, que exames comprovaram que ele não tem HPV e que os R$ 2 milhões em espécie, que a ex-namorada disse que ele tinha em casa, na verdade eram R$ 420 mil, que ele já comprovou ser dinheiro de origem lícita.  

Leia também:

"Fui acusado de ser racista. Venho da favela, sou preto, minha família é preta. Eu nem tenho argumento para isso", disse o cantor, reclamando que seu lado nas polêmicas em que se envolve nunca é ouvido. "Todas essas coisas que venho sendo acusado e provando o contrário, junto com a polícia, não têm tido valor porque mesmo assim as pessoas vem me julgando e atacando. Estou sentindo que minha voz não vale nada. Hoje eu vejo o preconceito, o racismo escancarado na nossa sociedade", lamentou. 

O artista se queixou que sempre que há algum fato contra ele é noticiado à exaustão, mas que o mesmo não ocorre quando consegue provar a inocência. Nego fez críticas a alguém que não citou nominalmente, mas a quem se referiu como "uma pessoinha" que usa o nome dele para levantar pautas e diz não entender porque essa pessoa não segue a própria vida. Ao que tudo indica, ele estava se referindo à ex-namorada, Duda.  

"Eu toco nessas questões que nós vivemos lá atrás para me justificar e explicar olhando nos olhos das pessoas e é isso. Eu não fico atacando. Está na mão da polícia, da Justiça", ponderou. "Minha família está sofrendo, eu saí do reality... até agora eu não entendi porque eu estou aqui na minha casa", disse, resumindo, em seguida sua curta trajetória em A Fazenda. "Entrei para o reality conheci a Day, uma pessoa maravilhosa, gentil, simpática, a gente acabou se envolvendo, gostando um do outro, tendo afinidade e aconteceu o que aconteceu", disse se referindo a Dayane Mello, 32.  

"Quero aqui primeiramente pedir perdão à minha mãe, que é mulher, minha avó, minhas tias e a todas as mulheres que se sentiram incomodadas, porque eu não tive maldade na hora", justificou o artista, citando uma frase dita por Adriane Galisteu, 48, enquanto apresentava o reality na noite deste sábado (25): "quando uma mulher diz não, é não. Quando uma mulher alcoolizada diz sim, também é não".

"Vocês podem ver na filmagem que quando ela fala não para mim, eu vou dormir, eu não faço mais nada, não fazemos mais nada. Não transamos. Eu não forço nada, simplesmente vou dormir. Não entendi nada. Até agora estou tentando assimilar tudo o que aconteceu", desabafou Nego, que acredita que as polêmicas em que se envolveu fora do reality, influenciaram lá dentro. 

"Eu dormi ao lado de uma pessoa, ela estava alcoolizada. Eu estava querendo sim ficar com ela e ela comigo. E isso não era dali, já tinha uma história. E vocês podem ver que depois de tudo, na piscina, não sei se tem o áudio, ela fala que quer dormir comigo de novo e ficamos juntos e abraçados", relembrou ele, que, aparentemente, atônito, falou em suicídio.  

"Eu vou acabar tirando minha vida, não estou blefando. Estou falando do fundo do meu coração. Estou sendo taxado como bandido, criminoso, nunca roubei ninguém, não mato, não roubo. Tem tanta gente fazendo maldade por aí, estou querendo saber o que eu fiz para merecer tanto ódio, porque estou tomando porrada de todo mundo. Amigos que me abandonaram, que não quiseram me escutar, mulheres que não chegam perto de mim. Tá f*** pra mim, rapaziada", disse o cantor. 

"Eu sou ser humano, não estou aqui me vitimizando. Não sou santo, não. Já falei que tenho os meus problemas, sou uma cara explosivo, intenso, impaciente as vezes. Eu estou cuidando disso, não dá para ser perfeito. Eu tenho defeitos, mas muitas coisas que foram ditas ao meu respeito não são verdade e eu estou lutando para provar a minha inocência", explicou Nego, dizendo que se fosse culpado por tudo que o acusam já estaria preso, e não solto.  

"Vamos esperar a polícia apurar tudo. Eu não sei mais o que fazer, meu coração está todo despedaçado. Eu saí de um reality, onde eu fiz amizade, estava feliz, sendo eu, mais uma coisa que eu perdi na minha vida. Não sei mais o que eu faço", falou ele. "Esse é o racismo na cara da sociedade: é porque sou preto? Funkeiro? Vim da favela? É muita covardia o que estão fazendo comigo".  

Ele contou que a mãe e a avó dele estão sendo ameaçadas e disse que está depressivo, triste e magoado com toda a situação. "Por dentro estou muito quebrado, porque eu sei que foi algo que eu não fiz, não fiz por maldade. Eu não sou o monstro que as pessoas estão falando, não sou estuprador, mas as pessoas não querem saber. Elas querem me julgar, cada matéria que eu leio, cada coisa que chega para mim...o que é isso. Pelo amor de Deus". 

Nego finalizou, lembrando que entrou em A Fazenda para tentar reverter a imagem negativa que as pessoas tinham dele, para mostrar o trabalho e, entre lágrimas, afirmou que quando voltou da Roça disputada com Solange Gomes e Liziane Gutierrez sentiu como se fosse Deus dando a ele uma nova oportunidade. Ele disse que está cansado de ficar tentando provar a própria inocência.  

"As pessoas me chamando de estuprador, bandido, falando um monte de coisa pesada de mim, que vai ficar para a minha vida inteira. O que eu fiz? Eu dormi com a mulher, ela estava bêbada, eu não fiz nada. Adorei dormir com ela, e mesmo assim estou aqui, perdi [...]. Aí todas as coisas boas que eu fiz, minha correria, minha carreira que eu construí é apagada, vai por água abaixo. 

Ele concluiu o conteúdo mostrando um trecho do vídeo exibido pela RecordTV neste sábado, no qual Dayane afirma ter ficado consensualmente com ele.  

ENTENDA O CASO 

O momento que aconteceu a violência (Foto: Reprodução/ PlayPlus)
O momento que aconteceu a violência (Foto: Reprodução/ PlayPlus)

A Record decidiu expulsar o cantor Leno Maycon Viana Gomes, o Nego do Borel, do reality A Fazenda 13 neste sábado. A decisão aconteceu após os espectadores acusarem o participante de supostamente estuprar a modelo Dayane Mello na madrugada do mesmo dia, após a segunda festa do programa. 

Em nota oficial enviada à coluna Zapping, a Record afirmou que "diante dos fatos apurados, a direção da Record TV decidiu pela retirada do Nego do Borel da competição". A emissora também informou que a participante passou por atendimento psicológico. 

Circulam nas redes sociais trechos de vídeos dos peões no quarto após a comemoração. Dayane aparentava estar muito bêbada e outros participantes a ajudaram a se trocar e a se deitar. 

Em uma das imagens, MC Gui, 23, aparece perguntando se ela gostaria de ficar onde estava, com Nego do Borel sobre ela, ou ir para a cama dela. "Papo sério, se ela não quiser sair, você sai, Nego", ele disse, e alegou ser melhor para evitar problemas. 

Ao fundo, vozes femininas afirmavam que ela estava "totalmente bêbada" e concordam com a instrução. Em outro vídeo, Borel está deitado ao lado de Dayane, a abraçando, e outros participantes tentam afastá-lo, enquanto o cantor pede: "Calma aí". 

Um dos trechos mais sérios é o que mostra o quarto durante a madrugada, com os demais participantes dormindo. As limitações da câmera não permitem que as imagens e o áudio sejam claros. 

Segundo o público, nos trechos, Nego do Borel estaria na cama com Dayane, que não reagia por estar inconsciente. Há sons que parecem gemidos e, em alguns momentos, é possível ouvir a voz da modelo, quase inaudível, murmurando que tem uma filha. 

Momento que Nego do Borel é expluso da edição (Foto: Reprodução/ PlayPlus)
Momento que Nego do Borel é expluso da edição (Foto: Reprodução/ PlayPlus)
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos