Nego do Borel é indicado por agressão contra outra ex-namorada

Nego do Borel foi indiciado por violência doméstica por outra ex-namorada, a assessora Swellen Sauer. O caso foi denuniado na Delegacia da Mulher de Jacarepaguá e está sendo investigado, de acordo com informações da Record TV.

A assessora denunciou o funkeiro por diversas agressões, entre elas um soco na costela durante uma festa e uma tentativa de enforcamento com um carregador de celular. Os advogados de Nego do Borel não se pronunciaram sobre o caso.

Leia também:

Em janeiro de 2021, Duda Reis, também ex-namorada de Nego do Borel, acusou o ex de estupro de vulnerável, lesão corporal, violência doméstica, injúria e ameaça. A atriz também afirmou que encontrou um fuzil e dinheiro em espécie na casa do funkeiro. Após o depoimento de Duda, a Polícia Civil de São Paulo apreendeu mais de R$470 mil em espécie, aparelhos eletrônicos e o passaporte de Nego do Borel em sua mansão, no Rio de Janeiro. A diretora do Departamento Geral de Polícia de Atendimento à Mulher (DGPAM), delegada Sandra Ornellas, afirmou que os itens encontrados batem com o depoimento de Duda.

Pouco depois da repercussão do caso, Nego do Borel afirmou que gostaria de sair do Brasil mesmo em meio a uma investigação policial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos