NBA suspende a temporada em virtude do coronavírus

(AP Photo/Eric Gay)

A NBA suspendeu sua temporada em virtude do coronavírus. A informação é de Adrian Wojnarowski, da ESPN nos Estados Unidos. A medida vem após um jogador do Utah Jazz não nomeado pela liga testar positivo para o coronavírus. De acordo com a The Athletic, o jogador é o francês Rudy Gobert.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Notícias no Google News

Em nota, a liga afirma que recebeu o resultado pouco antes do início do jogo entre Utah Jazz e Oklahoma City Thunder, que seria realizado em Oklahoma City na noite nesta quarta. Assim que o resultado chegou, os jogadores voltaram para os vestiários e pouco depois os torcedores foram avisados que a partida estava suspensa e que deveriam voltar para suas residências.

Os jogadores de Thunder e Jazz ainda estão no ginásio em Oklahoma City em quarentena, de acordo com Wojnarowski.

Leia também:

Dois dias antes de testar positivo, Gobert ironizou as medidas criadas pela liga e tocou em todos os microfones de jornalistas após uma coletiva.

Juntamente com as outras ligas americanas, a NBA tinha implementado regras para que as pessoas tivessem menos contato, incluindo a redução do acesso da mídia, criando entrevistas coletivas em que os jogadores ficam separados dos atletas.

Ainda de acordo com o colunista da ESPN, a NBA “entrará em um hiato que vai determinar seus próximos passos”. A temporada da principal liga de basquete se aproxima do final de sua primeira fase. Dentro de cerca de um mês, na metade de abril, a pós-temporada decide o campeão.

Trump suspende entrada de voos da Europa nos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta (11) a suspensão da entrada de viajantes vindos da Europa por 30 dias. A medida é válida a partir da próxima sexta (13), com a única exceção feita para o Reino Unido.

Em pronunciamento nesta quarta, o presidente norte-americano disse que o país está tratando da situação com “grande velocidade e profissionalismo” e acusou a Europa de não tomar as medidas necessárias para frear a pandemia.

De acordo com a CNN, os Estados Unidos já tem mais de 1000 casos confirmados de coronavírus confirmados e 31 pessoas morreram.