Natalie Portman interpretará versão feminina de Thor em quarto filme do herói

LELLO LOPES EMAURÍCIO DEHÒ
***ARQUIVO*** LOS ANGELES, EUA, 28.02.2011: A atriz Natalie Portman. (Foto: Perfect Picture/Imago/Fotoarena/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - No anúncio mais surpreendente da San Diego Comic Con de 2019, a Marvel revelou que no quarto filme do "Thor", previsto para estrear em 5 de novembro de 2021, o personagem será uma mulher. E a Deusa do Trovão será interpretada por Natalie Portman, a Jane Foster dos dois primeiros filmes do "Thor" e de "Vingadores: Ultimato".

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Nos quadrinhos, Jane Foster assume temporariamente o Mjolnir em um momento em que Thor não consegue mais segurar o martelo. Thor 4 ganhou o nome oficial de "Thor: Love and Thunder" (Thor: Amor e Trovão, em tradução livre). Ele será dirigido por Taika Waititi, que também comandou Thor: Ragnarok. Chris Hemsworth, que até agora usou o manto de Thor no Universo Cinematográfico da Marvel (MCU), está confirmado no elenco.

Leia também:

"Thor talvez tenha ido para o banco, mas eu acho que o Taika tem alguma coisa", brincou Hemsworth. Já Portman apareceu no painel segurando o Mjolnir: "A sensação é muito boa".

Depois de ter aparecido nos dois primeiros filmes de Thor, Portman ficou de fora de "Ragnarok". Na época, circularam boatos em Hollywood de que a atriz havia se desentendido com os produtores. A personagem, entretanto, voltou em "Vingadores: Ultimato", mas a atriz fez apenas um trabalho de voz: as imagens usadas de Jane Foster foram de arquivo ou de uma dublê de corpo.

Quem retorna também com novidades para o filme é a personagem Valquíria, interpretada por Tessa Thompson. Com ela, o Universo Cinematográfico da Marvel (MCU) se aproxima de incluir heróis abertamente LGBT. No evento, ela indicou que a personagem pode ter um romance com outra mulher em "Thor: Love and Thunder".

"Primeiro de tudo, como o novo rei, ela precisa achar sua rainha. Essa vai ser a primeira coisa na lista de prioridades", afirmou. No fim de "Vingadores: Ultimato", Thor deixa Valquíria no comando de Asgard.

Thompson já havia falado sobre isso quando contou que pediu ao diretor Taika Waititi que fizesse dela bissexual, inspirando-se nas HQs. Nos quadrinhos, a personagem tem uma relação com Anabelle Riggs, uma arqueologista.