“Não peçam aumento por um ano e meio”, pede Paulo Guedes

Ministro da Economia, Paulo Guedes agradeceu pela confiança do presidente Jair Bolsonaro (Foto: AP Photo/Silvia Izquierdo)

Na manhã desta segunda-feira, ao falar com jornalistas e apoiadores, o presidente Jair Bolsonaro esteve com os ministros Paulo Guedes, da Economia, e Tereza Cristina, da Agricultura, em frente do Palácio da Alvorada. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, também estava presente, assim como Roberto Campos, presidente do Banco Central.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

A presença dos ministros seria uma maneira de amenizar os boatos sobre uma relação estremecida entre o presidente e Paulo Guedes, após a saída do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Ao se dirigir a apoiadores, Guedes falou sobre os planos do país para sair da crise financeira, que acompanha a crise sanitária com o coronavírus. Segundo o ministro da Economia, o Brasil vai surpreender. “Por atenção aos brasileiros, para nos ajudar no combate a essa crise, não peçam aumento por um ano e meio, contribuam para o Brasil”, pediu.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Guedes ainda agradeceu pela confiança que o presidente sempre deu a ele.

Bolsonaro agradeceu aos governadores que estão permitindo a reabertura do comércio, como é o caso de Ibaneis Rocha (MDB), do Distrito Federal. “Preservar vidas, mas também preservar empregos”, disse o presidente.

Leia também

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Questionado sobre a economia, Bolsonaro afirmou que não fala por Paulo Guedes, “é ele que fala por mim” quando o assunto é economia.

Quando perguntado sobre o comando da Polícia Federal e sobre o novo ministro da Justiça, o presidente não respondeu.