“Não me representa” diz Ivete Sangalo sobre Bolsonaro

·1 minuto de leitura
Ivete Sangalo finalmente
Ivete Sangalo finalmente "desceu do muro" (Foto: Reprodução/Instagram)

Ivete Sangalo, 49 anos, voltou a usar as redes sociais para criticar o atual governo, mesmo sem citar o nome do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em sua postagem, a cantora alerta que o poder da mudança está em nossas mãos e o voto poderá fazer a diferença no futuro. Ela também falou sobre a importância de continuar usando máscara e álcool em gel e pediu vacina para todos.

Ela começou dizendo: “Meus zamuris entendo o quão necessário é nesse momento não estabelecer dúvidas sobre o que acredito. Esse governo que aí está, não me representa nem mesmo antes da ideia dele existir. E isso vamos resolver quando unirmos forças nas próximas eleições através do poder de voto”, disse.

Leia também:

“Agora vamos nos unir em prol do que podemos fazer nos nossos espaços para driblar essa desorganização que são: o uso de máscaras, higienização, vacinas, e o que mais necessário for. Então que possamos nos vacinar. Eu sou a favor da vacina para todos”, escreveu em seu perfil. A artista tem recebido muitos apoios de famosos, entre eles, Dani Calabresa, Fábio Junior, Marcelo Serrado, David Brasil, Letícia Spiller entre outros.

Quando o Brasil chegou a triste marca de 500 mil mortos no fim de semana, a cantora também se manifestou em solidariedade às vítimas da covid. “Não é natural. Não é uma mentira. É estarrecedor pensar sobre as milhares de vidas ceifadas e dores irreparáveis em torno dessas perdas. Não é sobre partidos, é sobre humanidade”, escreveu a artista que recebeu muitas críticas por não mencionar o nome do presidente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos