Não colou! Público perde a paciência com protagonista de "Travessia"

Lucy Alves interpreta Brisa em
Lucy Alves interpreta Brisa em "Travessia" (Foto: Paulo Belote/Globo)

Era para o público torcer por Brisa, personagem de Lucy Alves em "Travessia", mas o que tem acontecido é o crescimento de uma "corrente de ranço" pela mocinha. Basta abrir as redes sociais para acompanhar os comentários dos internautas durante a exibição da novela. O drama não colou e tem rendido criticas à autora Gloria Perez.

A principal reclamação é a falta de comunicação de Brisa com seus familiares. Nem parece que ela faz parte de uma trama que aborda o metaverso e outros termos ligados à tecnologia. Após ser vítima de uma fakenews, linchada nas ruas de São Luís e presa, a personagem segue como se estivesse em uma era sem telefonia, redes sociais ou qualquer outro meio de comunicação.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Oto, personagem de Rômulo Estrela, ligou da cadeia para o patrão Moretti (Rodrigo Lombardi) e logo conseguiu um advogado. Brisa dizia que não lembrava o telefone de nenhum familiar, o que já soava estranho, mas não tinha como entrar em alguma rede social para avisar, pelo menos, que estava viva? As cartas existem há muitos anos. Ela também não sabia o endereço de onde sempre viveu?

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Para completar os furos na trama de Gloria Perez, a personagem lembrava exatamente do endereço onde Ari (Chay Suede) ficou hospedado na casa de um amigo no Rio de Janeiro. Faz sentido saber um endereço aleatório e não lembrar o próprio? Outro ponto que tem intrigado é o fato de uma mãe ter passado dois meses na cadeia e sair de lá com a intenção de procurar o marido, mas nem se dar conta que precisa entrar em contato com o filho.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O público fica com a sensação que tem sido feito de bobo. A autora tem ótimas novelas no currículo e bem sabe que uma protagonista não precisa ser otária para que o telespectador embarque na sua história e o drama tenha força. Enquanto "Todas as Flores", que estreou no Globoplay e tem ofuscado "Travessia" só cresce, Gloria tem a missão de correr atrás do prejuízo, salvar Brisa e achar desculpas para os furos deixados nas primeiras semanas.