Nanda Costa diz que assumir relação homossexual ajuda a naturalizar o tema

***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 20.07.2017: A atriz Nanda Costa na pré-estreia de

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nanda Costa, 33, afirmou que quanto mais casais formados por mulheres se assumirem, mais comum e natural vai ficar para toda a sociedade. A atriz, que dá vida a Érica na novela "Amor de Mãe", está comemorando seis anos de relacionamento com Lan Lahn. 

Nos últimos meses, atrizes como Camila Pitanga e Vitória Strada assumiram namoro com outras mulheres. 

"Cada uma sabe de si. Cada um sabe quando e como deve tomar a decisão de falar sobre sua intimidade, seu sentimento. Mas quando uma pessoa pública se coloca, gera consequências e uma delas é abrir discussão no ambiente familiar. Quanto mais a gente fala, a gente expõe, mais comum e natural fica", disse ela em entrevista à revista Glamour.

Para a atriz, esse movimento deve se refletir na produção cultural. "As novelas, as séries, os filmes se inspiram, em muitas vezes, na vida real, no cotidiano, no dia a dia. Então um relacionamento homoafetivo tende a ocupar cada vez mais espaços na dramaturgia, como na vida real", afirmou.

Nanda também contou que o público é muito carinhoso com ela e Lan Lahn. "Uma chuva de acolhimento, de compreensão e respeito. Acho que as pessoas gostam de ouvir nossa história, que é uma história de amor."