Naldo avalia carreira em baixa e relação com Chris Brown: "Pegou meu telefone"

Lucas Pasin
·3 minuto de leitura
Naldo Benny (Foto: Reprodução/Instagram @naldobenny)
Naldo Benny (Foto: Reprodução/Instagram @naldobenny)

Naldo Benny está louco para relembrar como é estar no topo das paradas musicais, algo que aconteceu com ele em 2012 com o sucesso “Amor de Chocolate” (vodka ou água de coco). Para isso, o carioca lança uma nova aposta de trabalho nesta semana: o álbum “Breezy”, nome escolhido por ser o apelido de seu grande ídolo, o astro Chris Brown.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

Em conversa exclusiva com o Yahoo, Naldo fala sobre o novo álbum, conta como é sua relação com o ídolo norte-americano e faz uma avaliação de como vê atualmente sua carreira - inicialmente meteórica, mas que nos últimos anos não chegou a emplacar grandes hits no mercado.

Leia também

“Me considero no alto da montanha olhando tudo acontecer. A indústria tem seus momentos e seus produtos. Sou muito feliz por tudo que já conquistei”, diz o cantor, que destaca seu desejo: “Lógico que sonho sim em estar entre os mais tocados novamente. Se vai acontecer na mesma proporção? Só Deus e o público que sabem. Mas isso não me machuca, não me magoa, não me deixa desconfortável. Tenho uma vida muito tranquila. Componho, tenho meu estúdio, produzo. E vejo que outros também tiveram seu momento de pico e hoje seguem uma vida de muito trabalho. O grande pico acontece e depois a vida volta ao normal.”

Naldo destaca que “Breezy” tem seu diferencial musical e que por isso pode conquistar o público: “O álbum tem como diferencial o trap. Tem funk, pop, hip-hop, black music. Muita coisa boa. Deixei mais em evidência o trap. É um trabalho mais autêntico e muito enérgico.”

Ainda quero gravar com o Chris Brown’

Muito questionado sobre como é a sua relação com Chris Brown, que chegou a compartilhar seu clipe nas redes sociais e vira e mexe curte suas postagens, Naldo conta que não é de ‘forçar’ contato com o colega cantor, mas que eles já chegaram até a trocar telefone. O carioca sonha mesmo é com uma parceria musical no futuro.

“Esse álbum é uma homenagem a ele. Sou fã e tenho uma admiração gigante. É a realização de um sonho poder homenagear um cara que eu gosto e poder mostrar isso para meus fãs. Meu sonho é que a gente ainda possa gravar juntos e tenho certeza que isso vai acontecer”, diz Naldo.

O brasileiro relembra como foi o último encontro com Chris Brown: “Em novembro do ano passado, numa festa, pudemos conversar mais. Ele pegou meu telefone. Mas não fico provocando. Essas coisas acontecem naturalmente. Já sou grato por ele me conhecer e saber do meu trabalho.”

Não me considero polêmico, sou verdadeiro’

Naldo, que já estampou manchetes por alguns ‘bafões’ em sua vida pessoal, nega o título de polêmico. Ele fala que prefere não ver sua intimidade exposta na mídia, mas diz que entende que muitas vezes, por conta da fama, isso acontece.

“Não sou polêmico, sou verdadeiro, e até mesmo enérgico. Tanto no palco quanto em opiniões. Vou de acordo com a verdade. Não gosto de mentira, sacanagem e maldade. Às vezes me exponho da forma que acho certo. Ariano, né? Tem dessas coisas”, brinca ele, que explica: “É muito melhor quando a nossa vida profissional ganha os holofotes. Mas, depois de tanto tempo de carreira, já sei como lidar quando acontece de algo íntimo ir parar nos jornais. Sou tranquilo.”