Naiara Azevedo é detonada após falar sobre racismo: "Fui cancelada injustamente"

Naiara Azevedo já entrou na casa do "BBB22" causando polêmica: a sertaneja chamou a atenção dos brothers negativamente por sua necessidade de chamar atenção logo de início, além de algumas falas que causaram desconforto nos colegas, como sua recusa de dividir cama.

Poucas horas depois da estreia do programa, Naiara atraiu também a desconfiança do público ao pular logo para temas polêmicos. A sertaneja relembrou um episódio de 2018, quando foi acusada de racismo durante o "Encontro" com Fátima Bernardes. Na época, Naiara foi detonada pela forma que decidiu elogiar a escritora negra Vilma Piedade. A sister disse aos colegas que foi cancelada por ter apenas elogiado a escritora, quando a reclamação do público e de ativistas foi o tom condescendente que teria sido usado pela sertaneja, como se estivesse surpresa ao ver uma mulher negra com tanto conhecimento.

"O povo me cancelou, me detonou, xingou, só porque eu elogiei a mulher. Os ativistas entenderam errado e quiseram descontar em mim", disparou. Os brothers não interagiram muito com a declaração, e Naiara continuou o assunto ao dizer que "nunca viu cor de ninguém".

"Eu não sei q a cor que você é, nem a de ninguém, pra mim a pessoa pode ser branca, azul, o que for. Eu não enxergo tom de pele", completou.

Nas redes sociais, o público não perdoou o discurso da sertaneja, e chamou atenção para o fato que Naiara só pode se dar ao luxo de "não ver cor" por ser uma mulher branca rica, protegida por seus privilégios e sem nunca ter sido impactada pessoalmente pelos efeitos do racismo sentido na pele por mulheres pretas.