'Não se preocupem', diz Grupo Mirror ao se pronunciar após acidente com telão

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O grupo musical Mirror se pronunciou nesta segunda-feira (1º) após o acidente com o telão, na última semana. que caiu em um dos integrantes durante uma de suas apresentações, e hospitalizou o dançarino Mo Lee Kai-yin, de 27 anos.

Segundo o site South China Morning Post, Lokman Yeung, líder do grupo, pediu para que os fãs não se preocupassem e agradeceu ao apoio que todos vêm recebendo. "Muito obrigado a todos aqueles que nos ajudaram, a empresa, colegas, colegas sêniores e colegas da indústria do entretenimento, não importa se nos conhecemos ou não", começou.

"Eles tentaram o seu melhor e ficaram conosco. Nós estamos cuidando uns dos outros. Não se preocupem". Mais cedo, o site também relatou que Francis Lam Ho-yuen, produtor responsável pela turnê do grupo, afirmou que está colaborando com as autoridades de Hong Kong, que investigam o acidente.

"Peço desculpas às vítimas e suas famílias, a todas as pessoas do público que testemunharam esse incidente, aos artistas e dançarinos perturbados por isso e a todos os parceiros com quem trabalhei. Essa performance foi um duro golpe para minha equipe e para mim. É de partir o coração", afirmou.

O grupo Mirror, formado por 12 integrantes, estava no quarto show de uma turnê com um total de 12 apresentações por várias cidades da China. Após o acidente, o governo local pediu a suspensão da temporada até que se possa comprovar a segurança do palco e do local.

O último boletim médico divulgado aponta que o estado de saúde de Lee é crítico, já que o impacto da queda do equipamento deslocou a terceira e a quarta seções das vértebras cervicais do dançarino. Ele está intubado na Unidade de Terapia Intensiva e pode ficar tetraplégico. O outro integrante do corpo de balé do grupo, que também foi atingido, teve ferimentos leves e já recebeu alta do hospital.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos