'Não existe vida sem anestesia', diz Gabi Pugliesi após induzir parto normal

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 24.07.2017 - A influenciadora Gabriela Pugliesi durante o festival Lollapalooza, no autódromo de Interlagos, zona sul de SP. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 24.07.2017 - A influenciadora Gabriela Pugliesi durante o festival Lollapalooza, no autódromo de Interlagos, zona sul de SP. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após dar à luz Lion, Gabriela Pugliesi, 37, foi às redes para contar um pouco mais sobre como foi o parto. Antes da chegada do primeiro filho, a ideia dela era a de não receber nenhum tipo de anestesia, mas isso não aconteceu.

"Rompeu a bolsa, o Túlio Dek [marido e pai de Lion] disse que era que nem saltar de paraquedas. Mas não existe vida sem anestesia mais. Dormi uma hora e acordei feliz, sem dor e com 9 centímetros de dilatação, relaxei. Nasceu 11h50", contou em seus stories.

De acordo com Pugliesi, foi preciso induzir o parto com 38 semanas, pois a placenta dela não mandava mais nutrientes para o neném e isso poderia ser perigoso. Como já estava encaixado, nasceu na última terça (2).

"Achamos seguro induzir parto de forma natural e deu certo. Tive que já ir para a maternidade na terça de noite. É uma bênção. É esfomeado, mama muito", revelou.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Pugliesi já tinha falado sobre suas expectativas com relação a maternidade e o pós-parto. "Vivo um dia após o outro, tenho amigas mães que tiveram puerpério maravilhosos e outras que sofreram com queda hormonal. Eu sou privilegiada por poder ter babá e duas avós presentes para nos apoiar."