Myrian Rios passa por cirurgia para retirar próteses auriculares

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz e apresentadora Myrian Rios, 62, compartilhou nas redes sociais uma foto para tranquilizar os fãs após passar por uma cirurgia na cabeça para retirar próteses auriculares, nesta quinta-feira (19), no Hospital São Luiz Rede D'or, em São Paulo

Myrian falou que tem algumas próteses na cabeça auriculares que a ajudavam a escutar, mas como elas não estavam mais funcionando teve que retirar e, a partir de agora, vai usar aparelhos de surdez externos.

"Vou precisar ficar de repouso por uma semana porque fica dolorido. Estou feliz que finalmente vou tirar isso", disse.

Em junho, a atriz surpreendeu os fãs nesta semana ao revelar que perdeu completamente a audição de ambos os ouvidos. A atriz afirmou nas redes sociais que o problema tem fator genético.

"Eu fiquei surda", contou. "Completamente surda dos dois ouvidos. Eu não ouço passarinho cantando, não ouço o barulho da chuva. Isso me incomoda. Eu não ouço nada. Eu ouço a minha voz. Eu estou ouvindo a minha voz, por exemplo."

"Eu não ouço meus filhos me chamando, cachorro latindo", continuou. "Só se falar muito pertinho do meu ouvido. Dentro do meu ouvido eu ouço."

Ela explicou que é um processo que ela vem vivenciando há algum tempo. "Há muitos anos eu fui perdendo a minha audição", disse. "É uma genética da minha família, da parte da materna. As pessoas vão perdendo a audição. A minha mãe, o meu tio, a minha tia... Várias pessoas da minha família foram perdendo a audição até ter perda de audição severa. E eu segui a genética da minha mãe e dos meus tios."

Rios também contou que a deficiência auditiva acaba complicando seu cotidiano. "É difícil, né, porque eu sou atriz, tenho que escutar: 'Oi, atenção, gravando!'", afirmou.

A atriz disse que já tentou de algumas formas reverter esse processo. "Tentei usar aparelho na época, mas não dava, não adaptou", afirmou.

Há cerca de 11 anos, ela fez um implante coclear, aparelho eletrônico que é capta o som e o transforma em impulsos elétricos diretamente sobre o nervo da audição. "Na época o médico me avisou que tudo isso era muito novo e que talvez em dez anos eu precisaria abrir a cabeça para trocar a bateria", disse. "Os dez anos chegaram."

Após receber carinho dos fãs e responder a perguntas, ela também disse que estava se tratando com um novo médico, que indicou que ela voltasse a usar aparelho. "Com as tecnologias avançadas, continuarei trabalhando normalmente", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos