Luan Santana celebra ‘Morena’ e avisa: “Beijo técnico não existe. Tudo é real”

·2 minuto de leitura
Luan Santana e Natalia Barulích em 'Morena' (Divulgação)
Luan Santana e Natalia Barulích em 'Morena' (Divulgação)

Resumo da Notícia:

  • Cantor se prepara para uma maratona de lançamentos inéditos até o fim do ano

  • Clipe conta com explosões, efeitos especiais e muita sensualidade 

  • Luan Santana contou com a participação de Natalia Barulích como par romântico

Luan Santana está entrando em uma nova era! Após alguns meses mais introspectivo, o cantor volta com tudo em ‘Morena’, seu novo single que acompanha um filme em formato de clipe com direito a perseguição, explosão e beijos quentes.

Com orçamento avantajado, Luan se inspirou para compor o roteiro e fez até aulas de atuação. “Fiz três aulas de teatro para fazer as cenas, com a Adriana Pires. Nunca tinha feito foi importante para compor fazer coisas do tipo: como pegar uma arma, onde colocar. nunca havia pego em arma antes”, avaliou durante a coletiva virtual do lançamento.

Luan e Natalia em cena quente (Reprodução / Luan Santana)
Luan e Natalia em cena quente (Reprodução / Luan Santana)

Leia também:

O sertanejo ainda acrescentou. “Queria um filme de ação e tivesse isso dela me enganar, de estar em uma situação que eu tenho certeza que estou fazendo a coisa certa e no final tivesse esse conflito na minha cabeça”, comentou sobre a personagem de Natalia Barulích.

A atriz, inclusive, foi só elogios. “Desde quando comecei a falar com ela, foi genial, do início ao fim. A Morena do clipe, a gente tem estudado para ser a Natália, há uns quatro, cinco meses. Estava falando sobre o projeto e ela tem demonstrado muita vontade de fazer alguma coisa comigo. Na ação ali, ela gravou até de madrugada e sempre estava disposta. A gente se divertiu bastante", celebrou.

Beijão entre Luan e Natalia (reprodução/luan santana)
Beijão entre Luan e Natalia (reprodução/luan santana)

‘Morena’ já existe há mais de dois anos e estava guardada entre as canções do artista pronto para serem lançadas. “Vi um Instagram que posta coisa de humor, e tinha um meme que um cara que pegava uma lancha e ia rápido encontrar a menina. Em uma tarja dizia: 'se algo acontecer é culpa da morena' e o povo comentando muito. Fiquei com o 'a culpa é da morena' na cabeça e comecei a desenvolver a ideia”, ressaltou.

Luan, aliás, avisa que nem todas as coisas que canta são vivências dele. “As pessoas pensam que toda música veio de algo real, ou que aconteceu com a gente. Estaria ferrado (risos) se fosse assim. Amor, desamor, várias histórias”, lembra.

O single o filme são os primeiros de uma série de próximos lançamentos. “Serão sete até o fim do ano, quando vamos liberar todas juntas e o restante do álbum para os fãs”, avisa. Junto com o trabalho, também vem uma nova turnê para ganhar o país no fim de 2021 e começo de 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos