Não ao consumo de carne: se prepare para um mundo vegetariano

O vegetarianismo é uma tendência mundial a ser seguida?Foto: Getty Creative

Consumir menos carne tem sido uma das grandes tendências mundiais nos últimos tempos. Seja em prol dos animais ou para ganhar likes nas redes sociais, a iniciativa de se tornar vegetariano com certeza é válida. Mas será que essa tendência indica um mundo com zero consumo de proteína de origem animal daqui para frente? 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

E nos siga no Google News: Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Para você ter uma ideia do crescimento desse consumo consciente dos alimentos, a WGSN (empresa especialista em tendências) afirma que, nos Estados Unidos, o número de veganos e vegetarianos cresceu 600% entre 2014 e 2017.

Leia também

“Mas mais do que isso é o crescimento dos ‘flexitarianos' - pessoas que adotam uma dieta parcialmente vegetariana. A tendência é que dietas/estilos de vida como esses ganhem cada vez mais relevância, justamente pela quantidade de informação que temos e até mesmo por uma necessidade global”, conta Daniela Yázigi, client services da marca. 

Segundo a empresa, A geração Z (1994-2010) é as mais interessada em seguir esse caminho: “As gerações mais novas são muito ligadas a sustentabilidade e aos impactos que uma dieta carnívora tem na sociedade, por isso vemos o crescimento dessa geração a redução do consumo de carne”, explica Daniela.

Mas, de acordo com ela, a população de forma geral também está se tornando muito mais consciente com a origem e procedência dos alimentos que consomem. “As redes sociais com certeza são as grandes responsáveis por disseminar este tipo de informação, então o hype é muito mais sobre ‘estar antenadx’ e ter um posicionamento ‘sensato’”, explica.  E continua: “A tendência agora, não só para alimentação, mas em diversos mercados é essa conscientização e preocupação com o futuro e a maneira como consumimos será prioridade.”.

Contudo, sabemos muito bem sobre o “mito” de que retirar a carne da dieta significa perder nutrientes demais e jamais ter uma dieta saudável. A nutricionista Lidiane Santana explica um pouco sobre o que fazer se você ainda tem esse medo: " A carne vermelha é rica em Vitamina B12, mas basta fazer exames para verificar as taxas dessa vitamina e procurar uma nutricionista para ajustes no cardápio diário - assim você consegue entender a necessidade de suplementação e seguir de acordo", aconselha. Simples, né?

Por onde começar?

Para quem desejar retirar a carne vermelha ou outros tipos de proteína animal da dieta, o importante é procurar uma nutricionista para construir um cardápio específico, afirma a Dra. "Mas uma grande dica é aderir ao movimento 'segunda sem carne’ e pelo menos uma vez na semana deixar a proteína de origem animal de lado e inserir proteínas vegetais encontradas no grão de bico, lentilha, ervilha, leguminosas.”, aconselha.

Lidiane também indica algumas trocas de proteína para quem decidiu mergulhar nesse mundo agora: “ As melhores substituções são: semente de abóbora, Tahine, amêndoas, semente de chia, avelãs, nozes, tofu, lentilha, castanha de caju, feijões, espinafre, ervilha fresca e semente de linhaça”, avisa. Ufa, aqui já fizemos um carrinho inteiro de compras.

Para se inspirar já!

Além de tudo o que você já leu acima, agora que a cozinha se tornou nosso restaurante favorito graças ao coronavírus, você pode se inspirar na onda vegetariana para criar pratos saudáveis, super nutritivos e sem consumo de carne.

Segundo o Pinterest, as pesquisas por “coisas saudáveis para cozinhar” agora são 4 vezes maiores, então nada melhor do que se jogar né? Olha só o que eles sugerem 

As saladas são a primeira escolha quando pensamos em um almoço fácil e saudável, e as lentilhas se tornaram um dos ingredientes mais desejados (pesquisas por “receitas saudáveis com lentilhas” são 19 vezes maiores). Mas uma salada pode ser tão criativa quanto qualquer prato principal (ou até mais!). 

As ideias populares incluem:

Seja criativo

E mais, ser vegetariano não quer dizer de maneira nenhuma que você precisa comer apenas saladas, viu? Segundo o Pinterest, as “jantares de receitas com legumes em conserva” agora são 3 vezes maiores, o que significa que é hora de repensar não apenas o consumo de alimentos, mas também nossa abordagem às compras de supermercado. 

* Metodologia: os aumentos percentuais são calculados usando pesquisas globais nas últimas duas semanas (16/3/20 - 29/3/20) em comparação com as duas semanas anteriores (3/02/20 - 15/3/20)

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário