Mulher tem atitude racista em supermercado e é surpreendida

Mulher tem atitude racista em supermercado e é surpreendida
Racista destrata latinas e é repreendida em supermercado – Reprodução/Facebook Faby VelSa

Em tempos tão sombrios onde alguns países do mundo se mostram tão intolerantes com as minorias, os EUA continuam dando mal exemplo. Com a pose de Donald Trump, os imigrantes passaram a ser alvos ainda mais visados e muitos americanos deixam claro que não aceitam qualquer cidadão de outros países.

Leia mais: Americano proíbe entrada de gays em sua loja e internet não perdoa

Um desses casos aconteceu em um supermercado no Colorado, quando uma americana abordou uma funcionária de forma agressiva unicamente porque a jovem estava falando espanhol. A agressora se chama Linda Dwire e um vídeo amador feito durante o momento mostra o fim da discussão, quando uma das clientes, também americana, sai em defesa da funcionária latina.

Tudo começou quando Linda viu as duas jovens conversando em espanhol e perguntou à elas se elas gostavam de morar nos EUA. Ao receber uma resposta afirmativa de ambas, a mulher então disse que as funcionárias deveriam aprender inglês.

Uma das vítimas já vive no país há oito anos e disse ao BuzzFeed News que Linda foi extremamente agressiva e mantinha o dedo apontado para seu rosto. Foi então que Kamira Trent entrou na briga ao ouvir a mulher dizer: “você está na América, você está no meu país. Você não pode falar espanhol aqui. Você precisa falar inglês se quer viver na América”.

Kamira se aproximou dizendo que elas estão em um país livre e Linda não deveria dizer à elas como falar. “Ela ficou ainda mais nervosa. Eu tentei afastar ela das duas jovens, mas ela não queria deixá-las em paz. O que ela disse e do jeito que disse não está certo”, conta Kamira.

Kamira também perde o controle e a discussão fica acalorada. No fim, ela chamou a polícia e o oficial Carlos Cornejo ouviu de Linda que ela se sentiu ofendida com as duas jovens falando em espanhol.

“Não teve nada a ver com raça, foi uma questão patriota. Quando as pessoas vem para meu país, elas precisam amá-lo o suficiente para falar inglês”, disse Linda ao BuzzFeed News. Ela completa dizendo que recebeu ameaças online após o vídeo se tornar viral e que não está certa de que irá conseguir um advogado para defendê-la.

Leia mais: Empresa nega trabalho para jovem por considerar seu nome “muito gueto”

Já Kamira está sendo considerada uma heroína pelos internautas e a maneira como ela defende as jovens faz com que a maioria de nós não perca a fé na humanidade. “Eu tenho respeito. Você não pode hostilizar pessoas dessa maneira”, diz no vídeo. Confira em inglês, sem legendas: