Mulher Melão dá 6 dicas para apimentar sexo virtual no isolamento social

Patrick Monteiro
·4 minuto de leitura
Renata Frisson dá dicas para o sexo virtual (Dilson Silva/AGnews)
Renata Frisson dá dicas para o sexo virtual (Dilson Silva/AGnews)

O isolamento social nos distanciou de quem mais gostamos e, em muitos casos, isso implica em casais que não se veem há cerca de três semanas. Não se abraçam, não se beijam, transar troca tanto fluido que é a última coisa que pensam, ou a primeira quando a circulação for liberada. Para ajudar a não esfriar a relação com a distância, Renata Frisson, a Mulher Melão, deu sete dicas aos leitores de Yahoo!.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

“As meninas que fazem strip na internet estão ganhando muito dinheiro e existe um pudor nas pessoas em falar sobre sexo virtual. É legal quando a gente descobre e se permite outras formas de prazer. Vai esquentar muito a relação e as pessoas vão ficar com ainda mais desejo para quando esse período acabar”, adianta Renata.

Leia também

Acessórios

“Usar uma lingerie bonita, brinquedinhos. Usar bastante as mãos para sentir prazer e explorar o corpo enquanto o seu parceiro só observa. Vale abusar da criatividade para produzir o máximo de interação e prazer para os que estão participando.”

Iluminação

“Iluminação é a coisa mais importante que tem! É bom a pessoa usar uma luz baixa, não precisa estar tudo claro, até para dar um clima de sexo mesmo. Recomendo uma luz de abajur ou então uma luz entrando pela porta entreaberta. Uma luz que mostra, mas deixa um mistério também. Só não pode ser tão escuro, pq os boys querem ver tudo.”

Posições

“É importante valorizar o que você tem de melhor, o que você gosta mais no seu corpo. Seja seu bumbum, seu seio, sua boca. Algo que te favoreça bem. Vale fazer um misto do que mais seu parceiro, ou parceira, elogia e o que você mais gosta. Quem não tem experiência deve ser olhar antes pelo celular. Faz tipo um teste em casa para você saber o que mostrar, como mostrar... Fica olhando seu corpo pela câmera do celular. Tenho também um amigo gay que às vezes peço ajuda (risos). Mando uma foto mais íntima pra ele e pergunto se está boa (risos).”

Relaxar

“É muito importante não ter timidez na hora do vamos ver virtual. É um momento de sedução, um momento de prazer para os dois. Você tem que se dedicar para ser o mais livre possível para brincar naquele momento. Não precisa ter pudor. Não passe vontade, nenhum dos dois. Se a mulher se concentrar e se dedicar ela consegue chegar ao orgasmo até sem brinquedos. Quem nunca fez e quiser, pode tomar um vinho, uma cervejinha antes para dar aquela soltada, mas não se acanhe.”

Segurança

“Só faça sexo virtual com alguém que você tenha confiança e intimidade para você se entregar sem receios. Não se aventure em situações que possam te trazer problemas depois, exposições desnecessárias. Também só faço em chamada de vídeo porque consigo ver o que a pessoa está fazendo, aonde está. Se a pessoa quiser, use uma máscara. Evito mandar foto e vídeo para não correr o risco de vazar nada.”

Crie personagens

“Use como uma fantasia. É uma troca e um responde aos estímulos do outro. Crie uma personagem para você, descubra outras formas de prazer, encare como se você fosse a camgirl do seu parceiro, ou peça para ele ser um camboy para você. Experimente coisas e apimente a relação com essas possibilidades.”

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.