Mulher gasta R$ 155 mil para ficar parecida com Melania Trump

Claudia Sierra, de 42 anos, gastou uma pequena fortuna para ficar parecida com sua musa inspiradora, Melania Trump [Foto: Caters]

Uma sobrevivente de um câncer, que sofreu bullying na infância, transformou-se numa réplica de Melania Trump.

A primeira-dama foi a inspiração de Claudia Sierra, de 42 anos, para criar seu novo visual, que custou o equivalente a R$ 155 mil.

Claudia, do estado do Texas, disse que desenvolveu uma baixa autoestima após ter sofrido bullying por causa do tamanho do seu nariz, do seu cabelo e do tom da sua, pele desde que tinha sete anos.

Depois que um namorado disse que ela parecia ser muito mais velha do que realmente era (ela havia acabado de vencer um câncer de mama), Claudia decidiu passar por uma série de procedimentos. Ela colou silicone nos seios, fez lipoaspiração, abdominoplastia, e lifting nas pálpebras e no bumbum, transformando-se numa cópia de Melania.

Ela gastou mais de R$ 150 mil em cirurgias plásticas [Foto: Caters]

“Quando eu era pequena, sempre fui ridicularizada pelo tom da minha pele, nariz, cabelo, tudo. Eu lembro que colocava uma fita adesiva da ponta do meu nariz até a testa porque queria ser parecida com as outras meninas,” disse ela ao Daily Mail. 

“Apesar dos meus pais me dizerem que eu era bonita, eu entrava na banheira e tentava clarear a minha pele usando uma bucha vegetal, porque todas as meninas que eu conhecia tinham a pele mais clara”.

“Este ano, durante um encontro com um homem, ele pediu para ver a minha carteira de habilitação. Quando mostrei, ele disse que eu parecia ter mais de 41 anos, e isso foi a última gota para mim. Aquele foi meu primeiro encontro depois da batalha contra o câncer, e aquilo acabou comigo. Eu sabia que queria mudar tudo em mim, e gastei cerca de R$ 150 mil em cirurgias”.

Claudia acredita que a primeira-dama passou por conflitos similares, e descreve Melania como “uma mulher forte, poderosa e elegante”.

Claudia está iniciando uma campanha contra o bullying [Foto: Caters/Getty]

“Eu queria ter um visual refinado e estruturado como o de Melania Trump. Ela é muito elegante e eu gosto disso,” continuou. “Eu não queria mais ser desleixada e antiquada como era antes”.

“Sinto que a primeira-dama e eu somos muito parecidas. Todo mundo tenta colocá-la para baixo, mas ela continua sendo uma mulher forte e poderosa, e é isso que eu quero que as pessoas vejam em mim”.

Agora, Claudia planeja iniciar um movimento contra o bullying, um assunto que Melania classificou como muito pessoal. “Estou muito feliz com a minha aparência atual. Quando eu me olho no espelho, nem acredito que sou eu, e quando passo por vitrines, meu reflexo me surpreende”.

Nos Estados Unidos cada vez mais mulheres estão passando por procedimento cirúrgicos para obter o visual da família Trump. Um cirurgião de Nova Iorque disse recentemente que pelo menos uma mulher por semana entra em seu consultório com o objetivo de ficar parecida com Melania e Ivanka.

No entanto, a tendência não é mundial. De acordo com a plataforma MEDIGO, as mulheres na Europa preferem um visual mais natural. “Em termos de estética, Melania Trump não é muito popular na Europa. Ela não tem uma aparência natural, e às vezes parece artificial,” disse o cirurgião plástico húngaro Dr. Miklos Molnar.

“A Europa é um pouco mais conservadora do que os Estados Unidos, principalmente no que diz respeito a cirurgias plásticas. As pacientes querem um look mais natural, e não a aparência exagerada de Melania”.

Lauren Sharkey