Mulher diz que Caio do 'BBB 21' é eterno romântico e pode investir na TV após reality

LEONARDO VOLPATO
·4 minuto de leitura
Foto: Reprodução/Globo
Foto: Reprodução/Globo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - "Um eterno romântico." É dessa forma que a administradora de empresas Waléria da Silva Mota, 32, define o fazendeiro Caio Afiune, 32, um dos participantes mais emotivos do Big Brother Brasil 21. 

"Ele sempre foi carinhoso e demonstra isso o tempo todo", diz Mota, que são pais de Manuella, de um ano. Ele tem outra menina, Alice, de sete anos, de outro relacionamento. 

Leia também

Não foram poucas vezes em que Caio se referiu à família e à mulher com admiração -inclusive, já ameaçou deixar o confinamento da Globo em algumas ocasiões, a mais marcante quando ganhou o primeiro Anjo -ele já venceu a prova três vezes na competição. 

"Ele sempre foi um superpai que gosta de brincar e cuidar. Não tem cerimônia nem restrição. Se joga no chão, rola com os brinquedos. É a maior festa. Ele é um pai apaixonado", diz Mota, ao recordar que eles completaram cinco anos de união no sábado passado (13). Aliás, diz a administradora, ele é tão carinhoso que "organizou uma linda surpresa ao me pedir em casamento em Fernando de Noronha (PE)".  

Se depender do casal, mais um filho estará a caminho em breve. Para Mota, isso pode acontecer após o reality. "Amamos ser pais. Temos pensando nisso para o futuro." Ele quis entrar no programa para realizar o sonho de participar do reality show, mas acho que ele não pensou muito na dimensão que isso tomaria", diz a administradora sobre a exposição do marido. 

Natural de Anápolis (GO), Caio Afiune sempre trabalhou na fazenda com o pai, na produção de soja e milho e com criação de gado. Mota diz que ele sempre quis ser agricultor, cursou quatro faculdades, incluindo a de agronomia, mas não chegou a se formar. "Caio é fazendeiro, ama cuidar da terra, plantar e colher. Ele é um empreendedor dedicado que acredita no seu trabalho." 

Embora seja amante da natureza, Mota afirma que o marido também sempre demonstrou interesse em ser famoso. Ela diz que o sonho dele é "dar uma ótima condição de vida para ela e as filhas". Afiune já havia se inscrito em ao menos duas vezes antes de ser selecionado para 21ª edição do reality.  

"Caio é fazendeiro, ama cuidar da terra, plantar e colher. Ele é um empreendedor dedicado que acredita no seu trabalho. Quero que ele realize seus sonhos. Ele não deixará a fazenda [após o BBB 21], mas a fama tem vantagem. Se ele quiser conciliar com alguma profissão na TV eu dou o maior apoio", diz Mota. 

Mota diz ainda que tenta monitorar o BBB 21 para ver o desempenho do marido que, por enquanto, diz ela, está dando orgulho à família. "Nos reunimos para assistir quando possível, mas principalmente as provas de liderança e do Anjo. Está sendo ele mesmo. Caio é de conversar com todo mundo, fazer novos amigos, abraçar e acolher. Estou muito orgulhosa." 

Perguntada se havia ficado preocupada sobre uma possível desistência de Caio após a fratura no dedo do pé, Mota afirma que eles [ela e a família] não ficaram assustados. Ela diz que Caio, quando entra em algo, é para ir até o fim e que ele sempre demonstrou calma, paciência e perseverança para realizar tudo em sua vida. Nem mesmo um assalto à propriedade da família, há cerca de dois anos, e uma agressão sofrida no episódio o fizeram esmorecer. 

"Como é um jogo, ele tem que ter cuidado com todos. Percebo que o Caio não está sendo influenciado por ninguém e essa é a minha tranquilidade", diz Mota, ao celebrar a amizade dele com o cantor Rodolffo. Segundo ela, a amizade dos dois tem ajudado ambos e que ela deve continuar após o reality. 

"A amizade com Rodolffo é o que ele não esperava. É mais que um sonho para ele poder conhecer e conviver com o sertanejo [seu ídolo]. Tenho certeza que é uma amizade para a vida toda", diz Mota, ao revelar que a família dele adora acompanhar a parceria que se formou entre eles.  

Waléria da Silva Mota afirma que ficou preocupada com Caio Afiune quando ele recebeu o primeiro vídeo após vencer a Prova do Anjo -o fazendeiro achou que ela estava estranha e que algo havia acontecido. Ela diz que publicou um vídeo nas redes sociais para dizer aos fãs de Caio de que ela estava bem.  

"Com a emoção ele estava muito apreensivo e entendo que o vídeo é pouco para demonstrar tanto amor e carinho que temos por ele. As pessoas nas redes sociais viram que eu estava bem e começaram a torcer para que ele se acalmasse. Ainda bem que deu certo", relembra Mota, que depois fez mais dois vídeos para o fazendeiro. Dessa vez, o fazendeiro aproveitou a mensagem da família e não pensou mais em desistir, como havia cogitado no primeiro Anjo.