MST receberá lulistas, PCdoB e PSB para exibição de 'Marighella' em local de ataques na Bahia

·1 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 22.11.2016 - O ator e diretor Wagner Moura durante abertura da Balada Literária, em São Paulo. (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 22.11.2016 - O ator e diretor Wagner Moura durante abertura da Balada Literária, em São Paulo. (Foto: Bruno Poletti/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A exibição do longa "Marighella", dirigido por Wagner Moura, no assentamento Jacy Rocha do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) em Prado, na Bahia, neste sábado (6), contará com a presença do estafe de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e políticos de PCdoB e PSB.

Advogados do ex-presidente, seu fotógrafo oficial, Ricardo Stuckert, e seu filho, Fábio, participarão do evento. Lula não deve comparecer. Os deputados Marcelo Freixo (PSB-RJ) e Orlando Silva (PCdoB-SP) também estarão lá.

A cidade no sul da Bahia conta com área de cerca de 4.000 hectares, com diversos assentamentos do MST que viraram foco de conflitos agrários.

Na semana passada, o assentamento Fabio Henrique foi alvo de ataque de homens armados. Eles incendiaram veículos e fizeram reféns. Em setembro de 2020, o governo Jair Bolsonaro autorizou o uso da Força Nacional contra o MST em Prado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos