Mourão cancela viagem a Criciúma por aumento de casos de Covid-19 na cidade

Daniel Gullino
·1 minuto de leitura
Pablo Jacob/Agência O Globo/03-11-2020

BRASÍLIA — O vice-presidente Hamilton Mourão cancelou uma viagem que faria nesta quarta-feira a Criciúma (SC) devido ao aumento no número de casos da Covid-19 na cidade. De acordo com a prefeitura de Criciúma, o município passa pelo pior momento até agora na pandemia do novo coronavírus, com 96% dos leitos de unidade de tratamento intensivo (UTI) ocupados.

Mourão faria uma palestra na Associação Empresarial de Criciúma (ACIC). Em nota, a Vice-Presidência afirmou que a agenda foi cancelada "em funçãoda situação sanitária na região do município de Criciúma". A ACIC, também em nota, disse que a decisão foi tomada em conjunto. "Mesmo o evento cumprindo todas as exigências sanitárias estabelecidas, a medida de cautela decorre do grande aumento no número de casos de Covid-19 na cidade", diz o texto.

De acordo com dados de terça-feira, Criciúma tem 1.145 casos ativos de coronavírus, sendo que 26 estão internados em UTI. Até o momento, a cidade teve 121 óbitos e 10.219 casos confirmados.

Na segunda-feira, em uma publicação em rede social, a prefeitura afirmou que "Criciúma ultrapassou, na última semana, o pico de casos positivados em comparação ao cenário de julho, considerado o maior da pandemia até então".

— O momento é grave. Nós chegamos ao momento pior em toda a pandemia, com números que nos preocupam muito. Por isso, quero solicitar a você, criciumense, que nos ajude nesse momento. Observe as regras, o uso de máscara, o distanciamento, não sair de casa se não for necessário — disse o secretário municpal de Saúde, Acélio Casagrande, em vídeo divulgado em rede social.