Morre mulher baleada durante invasão de trumpistas ao capitólio

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
(Kent Nishimura / Los Angeles Times via Getty Images
(Kent Nishimura / Los Angeles Times via Getty Images

Uma mulher que trabalhava no local e foi baleada durante os confrontos entre manifestantes que invadiram o Capitólio, em Washington DC, nesta quarta-feira (6) e policiais morreu, segundo fontes policiais ouvidas pela emissora NBC.

Nas redes sociais, desde que se teve notícias da mulher ferida, muitas informações perdidas foram se acumulando. O Washington Post, por exemplo, afirmou que suas fontes falavam de ferimento no ombro, enquanto parte da imprensa falava em ferimentos graves.

A sessão do Congresso dos Estados Unidos foi interrompida e o plenário totalmente evacuado após o prédio do Capitólio ser cercado e invadido por apoiadores do presidente Donald Trump, na tarde desta quarta-feira (6), em Washington.

Imagens mostram invasões de manifestantes em setores do prédio em uma tentativa de evitar que o Senado certifique a vitória de Joe Biden no Colégio Eleitoral para assumir a presidência dos EUA no dia 20 de janeiro.

Acompanhe os desdobramentos da invasão ao Capitólio:

A prefeita de Washington, Muriel Bowser, decretou um toque de recolher que impede qualquer circulação de pessoas nas ruas da cidade a partir das 18h no horário local - 20h no horário de Brasília — até às 6h de quinta-feira (7).